sexta-feira, dezembro 21

Natal

Acontecia. No vento. Na chuva. Acontecia.
Era gente a correr pela música acima.
Uma onda uma festa. Palavras a saltar.

Eram carpas ou mãos. Um soluço uma rima.
Guitarras guitarras. Ou talvez mar.
E acontecia. No vento. Na chuva. Acontecia.

Na tua boca. No teu rosto. No teu corpo acontecia.
No teu ritmo nos teus ritos.
No teu sono nos teus gestos.
Nos teus gritos. Nos teus olhos quase aflitos.
E nos silêncios infindos. Na tua noite e no teu dia.
No teu sol acontecia.

Era um sopro. Era um salmo. Nostalgia nostalgia.
Todo o tempo num só tempo: andamento
de poesia. Era um susto. Ou sobressalto. E acontecia.
Na cidade lavada pela chuva. Em cada curva
acontecia. E em cada acaso. Como um pouco de água turva

na cidade agitada pelo vento.

Natal natal diziam. E acontecia.
Como se fosse na palavra a rosa brava
acontecia. E era Dezembro que floria.
Era um vulcão. E no teu corpo a flor e a lava.
E era na lava a rosa e a palavra.
Todo o tempo num só tempo: nascimento de poesia.

( Manuel Alegre )

12 Comentários:

Às 21 dezembro, 2007 18:54 , Blogger Tiago R Cardoso disse...

Politicamente não gosto do Sr. Alegre, mas escreve bem, nisso não tenho duvidas.

Desejo-TE um bom natal.

obs.
O final do meu texto significa o renascer, nessa pergunta senti que me chamava Tiago e tinha nascido outra vez à nove meses.

 
Às 21 dezembro, 2007 21:47 , Blogger Peter disse...

Politicamente ficou fragilizado com as eleições perdidas (e talvez com a apoteótica recepção ...), o que não o impede de ser uma voz contestatária dentro da bancada socialista.
Falemos do poema: substitui o artigo que tinha posto para deixar aqui algo sobre o Natal, uma vez que nestes dias ninguém anda com o nariz metido no PC e por isso não publicarei nada. Também não quiz dar-lhe um carácter demasiado religioso e assim optei pelo poema do MAlegre.

Quanto ao final do TEU texto, será uma espécie do final de "2001 odisseia no Espaço".

Bom Natal

 
Às 21 dezembro, 2007 21:54 , Blogger Miss Vader disse...

Tenho uma coisa a dizer Feliz Natal e tenham um bom Ano No vo, e já agora onde está a Bluegift?

 
Às 21 dezembro, 2007 23:30 , Blogger Peter disse...

"miss vader"

A "Bluegift" tem andado por aí:
- colocou as bolas da árvore de Natal;
- substituiu o logotipo do blog;
- apagou a petição sobre o Habacue;
- meteu novos links;
- arranjou a música do blog, que não funcionava.

Junta-lhe os seus afazeres pessoais e profissionais ...

Certamente tiveste notas belíssimas?

Bom Natal

P.S. - Obrigado pela visita. Vou ver se não me esqueço de, qd tiver que contactar, dizer-lhe que tens perguntado por ela.

 
Às 22 dezembro, 2007 10:49 , Blogger Papoila disse...

Peter:
Um grande poema de um grande poeta vertical e transparente. A ti e às conversas A Papoila vem desejar-vos um Bom Natal!
Beijos

 
Às 22 dezembro, 2007 11:12 , Blogger Peter disse...

"papoila"

Em meu nome e no dos restantes companheiros, agradecemos e retribuimos os teus amáveis votos de Bom Natal.

P.S. - Estava convencido que já te tinhamos enviado as BF individualmente, mas fui verificar agora e não constas dos n/contactos. Não importa, o que interessa é que não te esquecemos e contamos contigo para 2008.

Beijos amigos

 
Às 22 dezembro, 2007 13:46 , Blogger Carreira disse...

Desejo um bom Natal ao autor do blogue e a todos os seus leitores.

José Carreira

(www.cegueiralusa.com)

 
Às 22 dezembro, 2007 15:33 , Blogger bluegift disse...

"Todo o tempo num só tempo: nascimento de poesia."

Lindíssimo este poema do Maneli Alegri.

Então Peter, voltámos às antigas fotos de marca? O Sol já recomeçou o ciclo de crescimento, não podiamos faltar à chamada :).

 
Às 22 dezembro, 2007 15:34 , Blogger bluegift disse...

Miss Vader, estou aqui, voltei com o Sol! Já passei pelo teu cantinho e deixei uma prenda ;) Beijo :)

 
Às 22 dezembro, 2007 17:47 , Blogger Peter disse...

Meu Caro José Carreira

Agradecemos e retribuimos os teus votos de Bom Natal.

O "cegueira lusa" continua "de pedra e cal" nos n/links. Não me é possível visitá-lo com mais frequência como seria meu desejo e penitencio-me por isso.

Boas Festas

 
Às 22 dezembro, 2007 18:13 , Blogger Peter disse...

"blue"

É, não é? Gosto bastante dele. Nesta época festiva, privilegia o humano sem esquecer a data.

Já estava farto do Alentejano. Voltei, voltei com o Sol. Os dias vão começar a crescer:

"Depois do Natal uma passadinha de pardal. Janeiro fora, mais uma hora e se bem contar, hora e meia lhe há-de achar."

 
Às 22 dezembro, 2007 21:27 , Blogger Olhos de mel disse...

Oie meu amigo Peter! Enfim de volta. Mas felizmente, em tempo de ver esse belo poema de Natal e lhe desejar um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações, saúde e amor!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial