quinta-feira, janeiro 29



«Rei voraz com o próprio povo,
é sobre nulidades que tu reinas.»

(Ilíada, I.231)

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Às 30 janeiro, 2009 01:13 , Blogger Peter disse...

O vbm esclarece:

"Gostava também de explicar o que tive em mente no meu post de hoje, da Ilíada, que pode ser porventura interpretado como acusação velada a qualquer 'roubalheira do governo, ou de políticos'

e, na verdade,

ele é sim uma censura à nulidade cívica dos cidadãos portugueses que se deixam passivamente esbulhar pelas roubalheiras bancárias dos últimos anos, sem nenhuma revolta e resistência social."

 
Às 30 janeiro, 2009 11:55 , Blogger vbm disse...

Sim, foi esse sentimento
que me impeliu áquele
repúdio da Ilíada.

:)

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial