domingo, janeiro 25


Eis um poema de Torga
que conheci e recolhi
n'aluaflutua :);

mostra bem
o modo vero
de comunicar
e amar.

Terra Maninha

Se é um poema fraterno que pedis,
Arrancai-o de mim, escavando-lhe a raiz,
E plantai-o no vosso coração.

Nunca pegou nenhum? Tão infeliz
Era o terreno da plantação!



Miguel Torga
in Poesia Completa
Ed. D. Quixote, 2000

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Às 25 janeiro, 2009 15:36 , Blogger Peter disse...

"Nunca pegou nenhum? Tão infeliz
Era o terreno da plantação!"

Se calhar, neste Portugal de 2009 também nada pegava...

 
Às 26 janeiro, 2009 10:40 , Anonymous Anónimo disse...

Vicejaria se o plantador "traz no peito o cheiro e a cor de sua terra, a marca de sangue de seus mortos e a certeza de luta de seus vivos"
Manoel Carlos

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial