sábado, setembro 20

Insegurança

A insegurança é um facto e parece-me ser um problema sem solução e termos de nos habituar a viver com ela, confiando no factor sorte. As primeiras páginas do jornal “Correio da Manhã” são o relato de todas as ocorrências havidas no dia anterior e talvez esse facto seja um factor fundamental na venda dos jornais, colocando-o em primeiro lugar entre os diários.
De igual modo a TVI , com o consequente primeiro lugar no share.

Evidentemente que há aqui um problema de difícil solução, pois não se pode negar aos medias o direito de informar, como não se pode negar aos cidadãos o direito de estar informados. Mais, esse direito para o cidadão funciona como alerta e levá-los-á a terem uma postura mais atenta.

Por outro lado, os malfeitores vêm a beneficiar de um destaque que a sua situação como cidadãos não lhe proporcionaria. Será portanto uma publicidade gratuita ao crime. E como a legislação actual é extremamente benévola e permissiva, irão normalmente para casa, com termo de identidade e residência até ao julgamento, usufruindo do produto dos roubos. Presentes a julgamento, já sabem que poderão cumprir apenas 1/3 da pena. E por favor não culpem os juízes que têm de aplicar a Lei, culpem sim é o legislador que a fez.

Posto isto, em que ficamos?

No bom senso. É preciso bom senso, algo que não se coaduna com a governação do país.

9 Comentários:

Às 20 setembro, 2008 17:56 , Anonymous Anónimo disse...

Olá, oh sensato !

 
Às 20 setembro, 2008 18:09 , Blogger bluegift disse...

Olá Peter! Hoje resolvi dar uma voltinha pelos blogues e aqui estou.
Aproveito para te felicitar pelos excelentes textos que publicaste sobre o tema "Astronomia". O CERN até agora anda em águas de bacalhau ;-) vamos lá ver como é que se safa desta...

Quanto à insegurança, não sei que te diga. Os belgas estão bem mais rodeados de criminalidade que os portugueses e a justiça é talvez um bocadinho mais eficaz, mas não muito. Há que combater o crime com medidas mais eficazes a nível global, já que os criminosos e técnicas respectivas circulam bastante mais.
Um abraço e boa continuação do excelente trabalho que tens realizado por aqui, agora com a parceria preciosa do Vasco.

 
Às 20 setembro, 2008 23:48 , Blogger Peter disse...

bluegift

Obrigado pelas palavras amáveis. Julgo que o aumento de visitantes, que não de comentários, poderá estar relacionado com o interesse das pessoas sobre o tema.

 
Às 21 setembro, 2008 14:44 , Blogger António disse...

Olá, Peter!
Lembro-me que num governo do Guterres, em pleno Agosto, e talvez porque não houve incêndios como este ano (ou por outras razões menos dignas), o ministro da Adminisrtração Interna teve de se demitir porque as notícias sobre assaltos a gasolineiras eram uma coisa do outro mundo.
Ministro (Fernando Gomes, ex-presidente da Cãmamra do Porto) demitido, assaltos acabados.
Curioso, não é?

Abraço

 
Às 22 setembro, 2008 10:55 , Blogger Ferreira-Pinto disse...

Caríssimo, tem razão nas dúvidas que aponta e nos factos que aduz ...

Contudo, e não negando o real aumento do número de assaltos, por exemplo, gostaria de salientar que há coincidências que soam a esquisito ...

Agora, não há assalto a supermercado que não seja notícia e, nalguns casos, como foi o que sucedeu com uma Estação de Correios, nalguns órgãos de informação ocultou-se convenientemente que aquele já era para aí o sexto assalto!

 
Às 22 setembro, 2008 21:25 , Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Peter
A insegurança aumenta a todos os níveis. A insegurança nas ruas, nas casas, nos empregos e, sobretudo, a insegurança de não se acreditar nas nossas instituições.
É um mal dos tempos que não se pode atribuir apenas à governação.

Abraço

 
Às 23 setembro, 2008 12:33 , Blogger Peter disse...

António

Não queres dizer que os assaltos às gasiloneiras foram orquestrados para correr com o Fernando Gomes?
Complexos de "portista", ou "nortista"...

 
Às 23 setembro, 2008 12:36 , Blogger Peter disse...

Ferreira Pinto

Não compreendo porque deliberadamente se iria ocultar ser o 6º assalto a uma estação dos CTT.

 
Às 23 setembro, 2008 12:40 , Blogger Peter disse...

silêncio culpado

Desculpe, mas não estou de acordo com o não culpar a governação.
Quando o Min do Interior pôs a PSP, GNR e PJ a actuar em força, a criminalidade diminuiu substancialmente.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial