sábado, fevereiro 4

Eu Te Amo




Esta é uma das canções que perduram no tempo. Dois “monstros sagrados” da MPB, que continuam actuais e a deliciar-nos. Infelizmente um deles, Tom Jobim, já faleceu mas continua inesquecível na sua “Garota de Ipanema”, que tem sempre lugar no álbum de CDs que trago no carro.

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir


( Tom Jobim/Chico Buarque )

10 Comentários:

Às 04 fevereiro, 2006 19:39 , Anonymous Anónimo disse...

uma música muito bonita de facto:)

beijinho
lúcia

 
Às 04 fevereiro, 2006 19:44 , Anonymous nokinhas disse...

Os dois últimos versos buliram com o meu coração e as recordações surgiram, uma após outra...

 
Às 04 fevereiro, 2006 20:17 , Anonymous tron disse...

bela música de facto tom jombim era único.
Obrigado pela sua visita e tenho resposta ao seu comentário que é a seguinte: a democracia éa igualdade e o respeito pelas diefereneças e pelos outros e a caricatura que está provocar os protestos que já se estendem pelo mundo que violou e faltou ao respeito dos dogmas a uma religião.
Em relação a condenação a morte de Salman Rushdie não foi a religião no tudo mas sim uma fatwa (lei islámica) imposta por um chefe de estado na altura o Ayatola Khomeni

 
Às 04 fevereiro, 2006 21:03 , Blogger Heloisa B.P disse...

OBRIGADA PETER*!
Optima ideia, oferecer-nos este SOM*!
Meu Abraco e optimo fim de semana!
queira deus, esteja ja', totalmente restabelecido!
_Deixei-Lhe algumas palavras de agradecimento la' no "Heloisaconversando..."
_Fique BEM!
Heloisa.
************

 
Às 05 fevereiro, 2006 00:00 , Blogger lazuli disse...

amor é vida e é música e é Jobim. Uma das mais belas histórias de amor que li foi a do livro O amor em tempo de cólera, de Gabriel Garcia Marquez.

E o título podia ser eu te amo.

Belo o que puseste Peter...

Beijos

 
Às 05 fevereiro, 2006 10:07 , Blogger Peter disse...

Lúcia, ainda tens blog? Se sim, diz o endereço para acrescentar nos links.

Aqui está um dia maravilhoso. Bom Domingo.*

 
Às 05 fevereiro, 2006 10:11 , Blogger Peter disse...

nokinhas, recordar é viver, mas o que importa é o que temos adiante de nós.
Quem sabe se não iremos viver situações que farão esfumar outras já vividas ...

Bom fds

 
Às 05 fevereiro, 2006 10:16 , Blogger Peter disse...

"tron", não fui eu que visitou o teu blog (fi-lo agora), mas sim o outro "contributor": "LetrasaoAcaso", que costuma assinar os seus "comments" como "zezinho".

Um bom domingo

 
Às 05 fevereiro, 2006 10:21 , Blogger Peter disse...

Heloisa, obrigado pela sua visita e, principalmente, pelo seu interesse pelo estado do meu físico: muito dorido nas costas, situação que se prolongará por mais 3 a 4 semanas, dificultando/impossibilitando-me conduzir.

Bom Domingo. Aqui está um dia maravilhoso.

 
Às 05 fevereiro, 2006 10:31 , Blogger Peter disse...

"lazuli", já li esse livro há bastante tempo e ainda me lembro vagamente dele. Sei que gostei. Talvez o vá reler, é o que de vez em quando faço.

"Amor da alma da cintura para cima e amor do corpo da cintura para baixo" (ibid p. 214)

Bom Domingo, está um dia maravilhoso.

Beijos*

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial