segunda-feira, janeiro 30

Declaração de amor

"Apetece-me escrever-te para prolongar o tempo em que estive contigo, esticá-lo e fazê-lo tempo eterno, que se refaz em cada segundo, em cada momento em que estou contigo.

Sentir a tua pele que me cheira a ti, sentir o teu sorriso e a tua expressão, o som da tua voz.

Fundir-me em ti. Viver em ti.

Apetece-me o fugaz lampejar do desejo do tamanho sem igual de todos os fugazes lampejos do desejo - fundidos num só, o meu desejo por ti.

Quando estou contigo sinto saudades do momento em que irei estar contigo, e quando estou contigo outra vez sinto saudades das vezes que já estive e daquelas que estarei, contigo.

Que mãos são as tuas, que me tocam esta noite?

De que música, de que universo, de que símbolos?

Onde pára o meu desejo, onde mora? Sem ti?

Este é que é o amor? “

21 Comentários:

Às 30 janeiro, 2006 12:25 , Blogger amita disse...

UAU! Isto promete! Bem, já prometeu... uma bela declaração de amor. Um bom dia e que ternos sorrisos se espalhem

 
Às 30 janeiro, 2006 14:19 , Anonymous Anónimo disse...

Que linda declaração de amor! :)
Embora veja que é uma citação, não deixa de reflectir o teu lindo estado de espírito...
Como disse a Amita, que esse sorriso perdure... :)

Um beijo amigo,
Margarida

 
Às 30 janeiro, 2006 14:39 , Blogger Peter disse...

Margarida, não é uma citação, simplesmente não fui eu que a escrevi.
Origem e destino anónimos.

 
Às 30 janeiro, 2006 14:50 , Blogger Isabella disse...

isso é mesmo o amor! e se não for?! será uma paixão, intensa, daquelas que apetece "aprisonar" no papel, para rever, reviver, sempre...
há sentimentos que nos surpreendem...há que transportá-los de uma forma "visível": uns pintam, outros escrevem, outros... e outros transportam um sorriso!
o meu sorriso amigo para ti, Peter!

 
Às 30 janeiro, 2006 15:35 , Blogger LUA DE LOBOS disse...

uffffffffffff!!! que arrepio::))

 
Às 30 janeiro, 2006 16:07 , Blogger Tribunal_Beatas disse...

Bem, se isso não for amor não sei o que será! Com uma declaração dessas derretias qualquer coração ;)
Beijinhos

 
Às 30 janeiro, 2006 16:25 , Anonymous Anónimo disse...

Lembrei-me apenas:)

Um bom dia
Lúcia*

'Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.'

Alexandre O'Neill

 
Às 30 janeiro, 2006 18:37 , Anonymous zezinho disse...

Céus, "Peter", estás apaixonado!
Um texto magnífico.

 
Às 30 janeiro, 2006 19:49 , Blogger BlueShell disse...

Sabes que chorei com este texto?

...maldade! Isso não se faz - fazer chorar uma concha azul...
Beijo
BShell

 
Às 30 janeiro, 2006 19:59 , Blogger lazuli disse...

Olá Peter, fiquei abismada e estupefacta e nem sei que mais.

Afinal para além de "cosmológico" e analista da sociedade em geral, és poeta.

Gostei muito deste texto.

Estás melhor? Deves estar, pois claro.

Beijinhos constipados*

 
Às 30 janeiro, 2006 20:35 , Blogger Su disse...

belo texto. adorei ler.

"Apetece-me o fugaz lampejar do desejo do tamanho sem igual de todos os fugazes lampejos do desejo - fundidos num só, o meu desejo por ti."

jocas maradas

 
Às 30 janeiro, 2006 22:10 , Blogger Peter disse...

Um texto maravilhoso que, por certo, traduz a felicidade de quem o escreveu e certamente fez a de quem o recebeu.

Tudo o mais: meras conjecturas vossas.

 
Às 30 janeiro, 2006 23:13 , Anonymous asasdosentimento disse...

Isto sim é AMOR, e quando se ama assim a vida é um jardim eternamente aromático e primaveril.

 
Às 30 janeiro, 2006 23:51 , Blogger Heloisa B.P disse...

PETER*,
Oxala' esteja em franca recuperacao!_Desejava mesmo, que estivesse ja' BEM! Mas, sei por experiencia propria, que esse tipo de "ACIDENTES", nao faceis!
Por ora, deixo-Lhe um ABRACO e as melhoras! virei depois ler melhor e deixar algumas palavras sobre o que esta' ESCRITO_AQUI_!

_Nao posso continuar_!

Heloisa.
**********

 
Às 31 janeiro, 2006 00:11 , Blogger Joaninha disse...

...amar assim, assim perdidamente... ai que saudade...sempre a eterna saudade. Sem a saudade que seria do amor eterno? Muito embora de autor desconhecido o texto é bonito e muito significativo. Também sinto saudade...
Uma boa semana

 
Às 31 janeiro, 2006 09:43 , Blogger Peter disse...

Olá Lúcia, gosto, mas gosto de verdade, que vás aparecendo por aqui.

 
Às 31 janeiro, 2006 09:46 , Blogger Peter disse...

"zezinho", onde foste buscar essa ideia?
Não estás com febre, não?

Abraço e melhoras.

 
Às 31 janeiro, 2006 09:54 , Blogger Peter disse...

"lazuli", o texto é maravilhoso e foi escrito por uma pessoa maravilhosa.
Eu não sou poeta, a não ser na medida em que sou um "sonhador".

Espero que a constipação não se pegue virtualmente.

Melhoras*

 
Às 31 janeiro, 2006 14:09 , Blogger MARTA disse...

Não há palavras para dizer o quanto gostei e que vou suspirar toda a tarde para que alguém me faça uma declaração assim.
Um abraço
Marta

 
Às 31 janeiro, 2006 14:11 , Blogger Peter disse...

Demorei, mas respondi a todos os comentários, como é meu costume, por consideração para quem nos visita.
As respostas que não estão aqui, escrevi-as directamente nos blogs dos comentadores.

Sem vós o blog morre. sabem-no bem.

Uma boa 3ª F para todos os que nos honram com a sua visita.

 
Às 31 janeiro, 2006 22:41 , Blogger Heloisa B.P disse...

Entao, meu *CARISSIMO PETER*, se *ISTO* que leio (com PRAZER!) nao e' POESIA*, entao, sera' o que???
digamos, que sobre SI* e Poesia*, digo mais qualquer coisa la' no Heloisa...onde agradeco Sua VISITA*!
_AGRADECO_A, AQUI*, tambem! mas, ja' o fiz mais acentuadamente, ai' mais acima!
_QUE ESTEJA MELHORANDO, e' meu desejo!
_ABRACO AMIGO E GRATO!
Heloisa.
************

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial