sábado, janeiro 28

O silêncio da palavra


A mão silenciosa percorre o dorso cálido
que é um adormecer contínuo nos limites.
Nada mais que terra e solidão solar.
Nada treme e tudo está suspenso no vazio.
Nada se diz. É o silêncio da palavra

(ARRosa)

Muito conhecido, mas é o meu preferido. Sempre o foi e agora cada vez mais …

7 Comentários:

Às 28 janeiro, 2006 10:17 , Blogger bluegift disse...

Bom dia Peter. Está um dia magnífico por aqui. Temperaturas quase negativas, mas um ar seco e um sol radiante :)
Bonito o poema que nos trazes.

 
Às 28 janeiro, 2006 10:34 , Blogger Peter disse...

bluegift, é muito conhecido, mas eu gosto muito dele e, neste momento, é o momento (perdoe-se a redundância, mas é para dar mais força à afirmação) ideal para o voltar a publicar.
Deixei o PC ligado toda a noite. Não tenho tempo para me ocupar com esses pequenos pormenores ... tu sabes.

Por cá, por este País, que já não sei se ainda é nosso, se de quem é, está um dia magnífico, possivelmente com bastante frio, mas eu gosto do frio.

Um bom fds. Goza bem a vida, ela arde como um fósforo.

 
Às 28 janeiro, 2006 14:42 , Blogger Wakewinha disse...

Agora peço eu desculpa pela ignorância, mas eu própria não conhecia! Mas gostei, diz aquilo que eu sempre achei: nada é mais cúmplice que o silêncio das palavras! =)

 
Às 28 janeiro, 2006 18:57 , Blogger AmigaTeatro disse...

A "mão amiga" ... ;)

 
Às 28 janeiro, 2006 22:32 , Blogger Heloisa B.P disse...

TAMBEM GOSTO MUITISSIMO!!!
E... "O Silencio"... e' meu dilecto "IRMAO"! Especialmente... o "DA PALAVRA"!.....

O PETER, E' UM HOMEM SENSIVEL! Apesar de decidido, frontal!_Esta e' a leitura que, ao longo do tempo, tenho vindo a fazer acerca da Sua Personalida (do que AQUI, e' possivel ser observado,analisado, claro!...):FRONTAL, DECIDIDO, mas...SENSIVEL! Para alem de um EXCELENTE GOSTO que tem revelado durante todo este tempo que O "conheco"!
.....................UM ABRACO AMIGO! OUTRO, PARA A *BLUEGIFT*!!!!!

Heloisa.
************

 
Às 28 janeiro, 2006 23:04 , Blogger Su disse...

"Nada se diz. É o silêncio da palavra"

gostei de ler
jocas maradas

 
Às 29 janeiro, 2006 00:28 , Blogger amita disse...

Muito lindo, mesmo. Por vezes de palavras silenciadas e/ou em silêncio fazem-se belos poemas.
Como ficou o jogo? Com este frio espero que não tenham congelado (lol. Um bjo e uma flor

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial