terça-feira, outubro 6

Ping-pong

Comemorou-se ontem o 5 de Outubro. O nosso Presidente da Republica , nos jardins do Palácio de Belem, fez uma breve alocução ao evento, justificando a sua não ida ao Palácio da CML, por se estar em período de campanha eleitoral.

O secretário geral do Partido vencedor das eleições legislativas, deslocou-se ao local onde José Relvas, hasteou pela primeira vez a nossa bandeira, frisando que se deslocava sempre ao local dos eventos. Parece-me e admito estar enganado, que as suas palavras eram dirigidas ao PR. Se o eram, eu que como cidadão apenas me interessa o progresso e a estabilidade do meu País, lamento-o.

Posteriormente o PR , “en passant”, vem dizer que os seus antecessores sempre tinham procedido de igual modo. Fiquei desgostoso…

6 Comentários:

Às 06 outubro, 2009 10:30 , Blogger antonio - o implume disse...

Ao menos divertem-se... o espectáculo é que não é muito bonito!

 
Às 06 outubro, 2009 11:03 , Blogger Ferreira-Pinto disse...

Meu caro, abstraindo-me da tua análise (com a qual concordo, como sabes pois já te disse que ambos os intervenientes deviam ser mais que espartanos neste momento), tens um erro formal no texto que, desconfio, é propositado ... quem esteve na Câmara Municipal de Lisboa não foi o secretário-geral do partido vencedor das eleições legislativas, mas sim o Primeiro-Ministro do Governo Constitucional da República Portuguesa!

José Sócrates só deixará de o ser quando for empossado o novo Executivo.

 
Às 06 outubro, 2009 16:53 , Blogger Peter disse...

Ferreira Pinto

Trata-se de facto de um erro formal, que rectifico:

José Sócrates é o Primeiro-Ministro do Governo Constitucional da República Portuguesa (além de ser o secretário geral do Partido vencedor das Legislativas) e só deixará de o ser quando for empossado o novo Executivo. Ou seja, continuará a sê-lo.

Obrigado pelo esclarecimento

 
Às 06 outubro, 2009 21:48 , Blogger Meg disse...

Peter,

Lamentas e ficas desgostoso?
Não fiques... não vês que continuam a tratar-nos como se fôssemos atrasados mentais?
Já nada me admira. Nem nada espero dali.

Um abraço

 
Às 06 outubro, 2009 23:25 , Blogger Peter disse...

Meg

Fiquei com a sensação, mas devo estar enganado, que o sr Presidente da República teria procurado, após as palavras do sr Primeiro Ministro, justificar a sua atitude com o facto dos seus antecessores no cargo, terem procedido de modo idêntico em situações idênticas.

Tomando em consideração as palavras de Mário Soares vai ser difícil governar em minoria e serão de evitar todas as situações potencialmente geradoras de atritos.

 
Às 07 outubro, 2009 01:13 , Blogger Meg disse...

Peter,
Eu sei que gostas do nosso Presidente, mas não achas que está a haver esclarecimentos a mais?
Agora sobre o 5 de Outubro...
Será que é preciso trazer o rei de Espanha para esta novela?
Por que não se cala de vez?
É que começa a ser pior a emenda que o soneto, bolas!
Sorry, mas já não há pachorra!

Um abraço

Adorei a "brincadeira"

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial