quinta-feira, outubro 30

Afinal não estamos sós no Universo?


Por mero acaso, no dia 14 de Maio do ano passado, cerca das 14h30, dois engenheiros e dois estudantes de Engenharia do Ambiente, andavam tirando fotografias na barragem de Monte Novo, entre Reguengos e Évora, no âmbito de um estudo sobre a qualidade da água, levado a efeito na zona, que incluia ainda as barragens do Alqueva, Monte novo, Vigia e Caia.
Eduardo Silva, 25 anos, estagiário do ISQ, quando disparou a máquina, reparou que um objecto surgira no horizonte e rapidamente desaparecera. Mas o objecto tinha ficado na fotografia e aí está.

Não me venham com histórias de meteoritos, reflexos de satélites, balões meteorológicos, fenómenos atmosféricos, ou outra desculpas esfarrapadas. É um facto que se vem verificando há milhares e milhares de anos e sempre tem vindo a ser escamoteado, por motivos políticos para evitar o pânico, mas, principalmente, por motivos de cariz religioso.
É irrefutável que:
- se trata de um objecto construído;
- a fotografia não apresenta indícios de ter sido previamente manipulada; nomeadamente o reflexo do Sol no dito objecto, está conforme à sombra das árvores que aparecem na foto (ampliar).

Um avião comercial da Alitalia que ia aterrar no aeroporto londrino de Heatroww a 21 de Abril de 1991 esteve quase a colidir com um OVNI, revelam documentos divulgados em 20 OUT 08 pelo Ministério britânico da Defesa.
O incidente ocorreu em Kent, foi investigado pela Autoridade de Aviação Civil e arquivado.
Nos documentos desclassificados também se afirma, segundo o jornal “The Times”, que a 20 MAI 95 dois pilotos dos EUA, em serviço na GB, receberam ordens para derrubar um OVNI detectado no Reino Unido, o que não conseguiram, pois o objecto subiu verticalmente a uma velocidade muito superior à dos aviões.

Sabiamente o Vaticano não exclui a existência de extra-terrestres: a crença em Deus é compatível com a crença nos extraterrestres, segundo o director do Observatório do Vaticano, José Gabriel Funes, que admite poder haver um planeta habitado por seres que não cometeram o pecado original.
Aqui está uma maneira inteligente de rodear as implicações de ordem religiosa, que tal facto traria para a Igreja Católica Apostólica Romana.

"Como astrónomo, continuo a acreditar que Deus foi o criador do Universo", explicou em 13 de Maio, numa entrevista ao jornal do Vaticano Osservatore Romano, o padre Funes, um padre jesuíta que dirige o Observatório do Vaticano em Castel Gandolfo, perto de Roma.
No entanto acrescenta, "mesmo que não tenhamos para já nenhuma prova, não podemos excluir a hipótese de haver outros planetas habitados."
"Tal como existe uma multiplicidade de criaturas na terra, poderia haver outros seres, igualmente inteligentes, criados por Deus", afirma o astrónomo do Papa."

O padre Funes sugere que se fale então do "nosso irmão extraterrestre", tal como São Francisco de Assis falava de "irmão" ou de "irmã" para todas as criaturas terrestres.

Eu acredito na existência de OVNIs, embora os meus limitados conhecimentos sobre o Cosmos me levem racionalmente a refutar a sua existência. Aliás, contrariamente ao ambiente em que se vivia nos anos 90, entusiasmados pelas ideias e pelo extraordinário poder de comunicação de Carl Sagan, vivemos nesta primeira década do século XXI num ambiente de descrença, em que se admite abertamente ser a Terra um planeta único onde a vida, tal como a conhecemos, é viável.

Será este século o século da descrença? Assim parece: furacões, tempestades, inundações, alterações climáticas, degelo, poluição, aumento do preço do barril de crude, crise financeira com enormes flutuações nas Bolsas, falta de liquidez nas instituições bancárias, crise económica, falências, desemprego, desvalorização da moeda, fome e doença em África, guerras, fundamentalismo, terrorismo, os nossos 3 problemas que parecem insolúveis: Justiça, Saúde e Ensino… o melhor será meter-me no primeiro disco voador que apareça.

15 Comentários:

Às 30 outubro, 2008 10:38 , Blogger Ferreira-Pinto disse...

Também me custa a admitir que em tanto Universo tivéssemos tido o infortúnio de estar sózinhos!

 
Às 30 outubro, 2008 12:33 , Anonymous Anónimo disse...

INFORTÚNIO ?

ñÃO VAIS AO PSI PORQUÊ?

José Freud

 
Às 30 outubro, 2008 13:58 , Anonymous Ashera disse...

Estes M€rdia, já nem sabem o que inventar para vender jornais bah!
Estou cansada.
Beijos no teu coração
Ashera

 
Às 30 outubro, 2008 14:52 , Blogger Betty Branco Martins disse...

.querido Peter




_________os teu "temas" favoritos:) eu também___tanto no interesse como nas questões__como é óbvio





_____a ciência acadêmica não acredita em discos voadores___mas acredita em vida extraterrestre inteligente. segundo os cientistas____não existem evidências que amparem a idéia de seres de outros planetas visitarem a terra nem de que exista vida inteligente no sistema solar fora da terra

.as grandes distâncias entre as estrelas e a limitação das velocidades que os corpos podem adquirir tornam extremamente improváveis tais visitas

nas últimas décadas__porém_ têm sido travadas discussões____constantemente actualizadas__sobre a probabilidade de vida extraterrestre. por todo o mundo____milhões de dólares anuais são gastos em pesquisas que buscam a detecção de sinais emitidos por civilizações inteligentes extraterrestres

o grande avanço tecnológico característico da nossa época pode estar a levar-nos a passos largos para a detecção desses sinais que__uma vez captados___ confirmando a existência de vida extraterrestre inteligente____podem vir a alterar
significativamente a sociedade humana actual






________tenho a certeza que não estamos________sÓs:))




(li um livro de bastante interesse nesta matéria do Prof. Renato Las Casas e Divina Mourão "A Estrutura do Universo")









beijO

 
Às 30 outubro, 2008 15:24 , Blogger Peter disse...

ashera e Betty

"Eu acredito na existência de OVNIs, embora os meus limitados conhecimentos sobre o Cosmos me levem racionalmente a refutar a sua existência." Esta é a minha posição sobre o assunto e a que escrevi no post.

O General Lemos Ferreira, que foi Chefe do Estado Maior das Forças Armadas, portanto uma pessoa altamente responsável perante o País, quando era Tenente da Força aérea e regressava com outro jacto T-33 de um voo de treino, avistou um sobre o Baixo Alentejo.

Ele não diz, nem eu digo, que os OVNIs são pilotados por extra-terrestres, "pero que los hay, los hay".

 
Às 30 outubro, 2008 15:52 , Blogger vbm disse...

Também não entendo por que houvesse de ser impossível existirem seres inteligentes extra-terrestres e por que não devesse admitir a aparição de objectos voadores que não consigamos identificar. A única coisa que me repugna, porém, é justamente não conseguirmos identificar esses ditos objectos voadores, nem esses eventuais seres não-terrestres conseguirem entrar em contacto connosco de modo perceptível, comunicante!

 
Às 30 outubro, 2008 16:14 , Blogger Peter disse...

vbm

Quando fui professor no IMP tinha um colega que fizera a tropa em Angola. Um dia contou-me, pedindo muito segredo, pois nunca falara no assunto para não troçarem dele, que durante uma patrulha nocturna o pelotão tinha sido sobrevoado por algo silencioso que os iluminou durante segundos com uma intensa luz. Estavam no meio do mato e a "coisa" desapareceu rapidamente na vertical.

 
Às 30 outubro, 2008 16:16 , Blogger Peter disse...

correcção:

IMPE

 
Às 30 outubro, 2008 17:02 , Blogger joshua disse...

Acredito e sempre acreditei desde bem puto em Vida Inteligente ExtraTerrestreal.

Creio em um só Deus, Pai Todo-Poderoso, criador de todas as coisas...

A vida é a Regra do Cosmos e não a excepção. Em poucos anos o confirmaremos bem de mais.

 
Às 30 outubro, 2008 17:47 , Blogger Peter disse...

joshua

A "chave":

"A vida é a Regra do Cosmos e não a excepção."

É pena ter morrido Carl Sagan, ele era o grande dinamizador.

 
Às 30 outubro, 2008 19:29 , Blogger Tiago R Cardoso disse...

Acredito que num universo infinito haja vida inteligente, seriamos muito egoístas se achássemos que éramos os únicos...

 
Às 30 outubro, 2008 19:45 , Blogger vbm disse...

Se por Universo puder entender-se tudo o que há, talvez não seja possível qualificá-lo nem como finito nem como infinito, posto que, justamente, nada havendo além dele, nada o limita; contudo, por tudo abranger, 'esgota-se' pois nada lhe é alheio!

 
Às 30 outubro, 2008 20:24 , Blogger Peter disse...

vbm

Desculpa, só um pequeno esclarecimento:
designamos por universo, o universo visível, ou seja o sector que podemos ver e não ver (black matter). Designamos por Universo, o "Todo" que no estado dos conhecimentos actuais poderá expandir-se infinitamente, ou começar a desacelerar e regredir, contraindo-se até voltar à "singularidade cósmica" inicial.

 
Às 30 outubro, 2008 22:38 , Blogger vbm disse...

Se o universo estiver em 'crescimento' cada seu estado é finito, posto que incrementável! Se em decrescimento, finito é e em densidade crescente. Creio que Descartes usava o termo "infinito" no sentido de «ilimitado» o que é mais compreensível: algo que, nada lhe sendo estranho, nada limita, i.e., um puro 'logos' sem contraditório... :)

 
Às 30 outubro, 2008 23:19 , Blogger heretico disse...

haverá lugar para mais um?!...
como nos "amarelos" da "velha" Carris?

abraços

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial