quinta-feira, fevereiro 21

Capitalismo

Então, o capitalismo é assim :

CAPITALISMO IDEAL

Você tem duas vacas.
Vende uma e compra um boi.
Eles multiplicam-se, e a economia cresce.
Você vende a manada e aposenta-se. Fica rico!

CAPITALISMO AMERICANO

Você tem duas vacas.
Vende uma e força a outra a produzir o leite de quatro vacas.
Fica surpreso quando ela morre.

CAPITALISMO JAPONÊS

Você tem duas vacas.
Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produzam 20 vezes mais leite.
Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e vende-os para o mundo inteiro.

CAPITALISMO BRITÂNICO

Você tem duas vacas.
As duas são loucas.

CAPITALISMO HOLANDÊS

Você tem duas vacas.
Elas vivem juntas, em união de facto, não gostam de bois e tudo bem.

CAPITALISMO ALEMÃO

Você tem duas vacas.
Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de quantidade e horário previamente estabelecido, de forma precisa e lucrativa.
Mas o que você queria mesmo era criar porcos.

CAPITALISMO RUSSO

Você tem duas vacas.
Conta-as e vê que tem cinco.
Conta de novo e vê que tem 42.
Conta de novo e vê que tem 12 vacas.
Você pára de contar e abre outra garrafa de vodka.

CAPITALISMO SUÍÇO

Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua.
Você cobra para guardar as vacas dos outros.

CAPITALISMO ESPANHOL

Você tem muito orgulho de ter duas vacas.

CAPITALISMO BRASILEIRO

Você tem duas vacas.
E reclama porque o rebanho não cresce...

CAPITALISMO HINDU

Você tem duas vacas.
Ai de quem tocar nelas.

CAPITALISMO PORTUGUÊS

Você tem duas vacas.
Foram compradas através do Fundo Social Europeu.
O governo cria o IVVA - Imposto de Valor Vacuum Acrescentado.
Você vende uma vaca para pagar o imposto.
Um fiscal vem e multa-o, porque embora você tenha pago correctamente o IVVA, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais.
O Ministério das Finanças, por meio de dados também presumidos do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro, botões, presume que você tenha 200 vacas.
Para se livrar do sarilho, você dá a vaca que resta ao inspector das finanças para que ele feche os olhos e dê um jeitinho...

Já estou farto de desgraças, vamos rir um pouco. Se calhar já se riram, pois esta deve ser das que correm pela NET, mas eu não a conhecia

26 Comentários:

Às 21 fevereiro, 2008 01:34 , Blogger Meg disse...

Ahahahahahahahah!!!!ahahahah!!ahahahah!!!!!!
Tinha de ser...ahahahaha!!!ehehehehehe!!!!

Obrigada, Peter, por estas táo boas gargalhadas como inesperadas...ahahahah!!!!

Um abraço e uma boa noite

 
Às 21 fevereiro, 2008 03:05 , Blogger Peter disse...

"meg"

A da vaca portuguesa está extraordinariamente bem vista. Invejo a imaginação de quem inventa estas anedotas. Foi sempre assim. No Regime anterior era uma "válvula de escape", uma forma das pessoas se rirem, iludindo a Polícia Política.

Estive a ver o eclipse total da Lua, são 03h da manhã e está praticamente toda encoberta. O ponto máximo deve ser às 03h35. É o único eclipse da Lua visível este ano em Portugal.

Vou deitar-me.

 
Às 21 fevereiro, 2008 08:37 , Blogger PDivulg disse...

Boa! Fez-me bem este bocadinho de humor. No entanto há aqui muita verdade...

 
Às 21 fevereiro, 2008 09:20 , Blogger Peter disse...

"pdivulg"

De vez em quando devemos abandonar as tristezas da vida e arejar o blog.

Obrigado pela visita. O teu blog figurava normalmente nos n/links mas depois perdemo-lo. Vou voltar a acrescentá-lo.
Já passei por lá e está com um óptimo aspecto. Logo à noite leio a história, agora é impossível.

 
Às 21 fevereiro, 2008 09:33 , Blogger Tiago R. Cardoso disse...

A parte de Portugal não se pode considerar anedota, é que se não é assim anda lá perto a realidade, mas dá para rir, é que se não estávamos bem arranjados.

 
Às 21 fevereiro, 2008 09:45 , Blogger Marta disse...

A verdade - está sempre presente, não é?
Obrigada por me fazeres rir...
Bom dia, Peter
Beijos e abraços
Marta

 
Às 21 fevereiro, 2008 10:23 , Blogger Peter disse...

Pois é Tiago, é a realidade com que temos de viver, mas o que me preocupa mais é não ver alternativa.

 
Às 21 fevereiro, 2008 10:27 , Blogger Peter disse...

Olá Marta!
Obrigado pela tua visita. Passamos o tempo sob pressão e assim vamos desperdiçando a vida.
Uma boa gargalhada é o melhor remédio.

Um bdia para ti.

 
Às 21 fevereiro, 2008 10:32 , Blogger quintarantino disse...

Caro Peter, eu estou como você: preocupa-me não descortinar alternativas em lado algum.

 
Às 21 fevereiro, 2008 11:22 , Blogger bluegift disse...

Nós precisávamos de um pouco mais de espírito alemão. Não trabalhamos porque nunca estamos contentes com o que temos (é o que se pasdsa a vida a dizer); ao menos eles resolvem facilmente o dilema e não ficam encravados entre o desejo e a necessidade.

Mas confesso que o que gostei foi do russo! Eheheh.

 
Às 21 fevereiro, 2008 14:43 , Blogger Peter disse...

"quintarantino"

Um político, especialmente um Chefe de Partido Político, tem de ser combativo, tem de ter presença, o ideal seria ter "carisma", alguém que arrastasse as multidões.

Onde estão? Onde está o opositor ao actual Chefe do Governo?

 
Às 21 fevereiro, 2008 14:57 , Blogger Peter disse...

"bluegift"

Desculpa, mas desta vez não concordo contigo.
As pessoas trabalham e trabalham no duro, mas depois há uma "káfila" que os explora miseravelmente e não lhes paga sequer o seu trabalho. A todos os níveis.
O desemprego é um facto, um facto terrível e as pessoas já aceitam tudo, ou metem-se em casa dos pais para sobreviverem.

Sei que não gostas de futebol, mas faço uma comparação grosseira: se uma equipa não rende, é porque os elementos que a constituem, não têm categoria, ou não se esforçam, ou as duas coisas.
Mas o que se faz?
Despede-se o treinador. Como se isso solucionasse o problema ...

 
Às 21 fevereiro, 2008 15:12 , Blogger bluegift disse...

Cambada, olhem só para este estádio, não é lindo? Espectáculo!

http://sports.yahoo.com/mlb/blog/mlb_experts/post/Tampa-takes-quantum-leap-in-ballpark-design?urn=mlb%2C67665

 
Às 21 fevereiro, 2008 15:17 , Blogger Olhos de mel disse...

Oie meu amigo lindo!Pior é que aqui, se essas vacas forem do país, vendendo-as ninguém vai saber onde foi para o dinheiro kkkk
beijos

 
Às 21 fevereiro, 2008 16:12 , Blogger Blondewithaphd disse...

LOL!!!! Como sempre amei os alemães e os portugueses em primeiro lugar. Ok, também adorei os russos!!!

P. S. - Então agradece à Blue pelo soundtrack já que é ela a responsável.

 
Às 21 fevereiro, 2008 18:52 , Blogger Peter disse...

"bluegift"

S.Petersburgo? O do Sporting é mais bonito.

"olhos de mel" diz que lá no Brasil as vacas eram vendidas, mas ninguém sabia para onde fora o dinheiro.

A "blondewithaphd" está encantada com o "soundtrack" e eu também.

 
Às 21 fevereiro, 2008 19:32 , Blogger bluegift disse...

Ora ainda bem que gostam, eu acho uma delícia :)

 
Às 21 fevereiro, 2008 20:59 , Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Adorei Peter
Nada melhor que rir eheeheheheheheheheheeee.

O pior é que é mesmo assim em Portugal.

Beijinhos

 
Às 21 fevereiro, 2008 22:09 , Blogger Peter disse...

"silêncio culpado"

Rir é bom e faz bem à pele (atenção ao elemento feminino).
Além disso "eles" não gostam que se riam deles e, muito menos, que nós saibamos como tudo acontece no país das maravilhas.

 
Às 22 fevereiro, 2008 10:46 , Blogger Ant disse...

Olha gostei do modelo russo. Vou adoptar... O japonês é interessante. Mas o português, como sempre....
hehehehehe

Abraço

 
Às 22 fevereiro, 2008 13:31 , Blogger augustoM disse...

É esse o nosso mal,Peter, presumir. Passamos a vida a presumir o que nunca teremos, tal como um governo honesto.
Vai haver um concurso de poesia, se estiveres interessado em participar o link está no mei blog no lado direito.
Um abraçio.

 
Às 22 fevereiro, 2008 14:27 , Blogger Belzebu disse...

eheheh!! Pois é amigo Peter, arrisco-me a dizer que o capitalismo nem para as vacas serve!

Gostei essencialmente do retrato fiel do nosso modelo capitalista. A brincar a brincar, esta é a nossa triste realidade, onde impera o oportunismo, o clientelismo e a corrupção!

A vida em Portugal não está fácil nem para as vacas!

ehehe!! Aquele abraço infernal!

 
Às 22 fevereiro, 2008 15:55 , Blogger Dalaila disse...

Não conhecia e gostei e está tão perto da realidade, tão tão

 
Às 23 fevereiro, 2008 01:13 , Blogger Peter disse...

Augusto

Obrigado pelo convite, mas sabes bem que não sou poeta.

Abraço

 
Às 23 fevereiro, 2008 01:23 , Blogger Peter disse...

Pois é meu caro Belzebu, é como dizes:

"A vida em Portugal não está fácil nem para as vacas!"

Ou citando o documento da SEDES, que tanta "comichão" está a causar por aí:

"Sente-se hoje na sociedade portuguesa um mal-estar difuso que alastra e mina a confiança essencial à coesão nacional"

Como vês: sempre em cima do acontecimento. Tenho aqui na minha frente o documento completo. Se calhar vai sair no "Sol", ou no "Expresso", ou nos dois.

Abraço

 
Às 23 fevereiro, 2008 01:26 , Blogger Peter disse...

"dalaila"

Não conhecia o "Farol no vento do Norte". Gostei e vou colocá-lo nos n/links.

Obrigado pela visita.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial