sexta-feira, novembro 13

LCROSS Finds Water on the Moon



November 13, 2009:

At a press conference today, researchers revealed preliminary data from NASA's “Lunar Crater Observation and Sensing Satellite”, or LCROSS, indicating that water exists in a permanently shadowed lunar crater. The discovery opens a new chapter in our understanding of the Moon.

Above:
Visible camera images showing the ejecta plume at about 20 seconds after impact.
The LCROSS spacecraft and a companion rocket stage made twin impacts in crater Cabeus near the Moon's south pole on Oct. 9th. A plume of debris traveled at a high angle beyond the rim of Cabeus and into sunlight, while an additional curtain of debris was ejected more laterally.

Etiquetas:

9 Comentários:

Às 14 novembro, 2009 10:42 , Blogger Peter disse...

Possibilidade de instalação de uma base lunar, como trampolim para a viagem a Marte?

Já não será no meu tempo, mas vou-me entusiasmando com estas peqenas "conquistas".

É o que vale, porque notícias do meu país é o que se sabe, ou melhor, o que não se sabe.

 
Às 14 novembro, 2009 12:41 , Blogger Meg disse...

Peter,

Se o homem já é capaz destas conquistas, por que é que não consegue resolver os "pequenos" problemas cá por baixo?
Isso sempre me intrigou.

Mas o que se passa lá por casa talvez te faça sorrir.

Bom fim de semana.

Um abraço

 
Às 14 novembro, 2009 12:53 , Blogger bluegift disse...

Esta descoberta é uma verdadeira revolução! Já se está mesmo a ver que agora se vão preocupar bem mais em explorar as possibilidades de habitação da Lua que as de sobrevivência da Terra...

 
Às 14 novembro, 2009 14:25 , Blogger antonio - o implume disse...

Olha se fosse petróleo?... Água sem atmosfera...

 
Às 14 novembro, 2009 16:47 , Blogger Peter disse...

Meg

"O prémio Nobel da Medicina de 2009premiou a descoberta e identificação da telomerase, uma enzima que renova um revestimento na extremidade do cromossoma cujo desgaste natural pode conduzir ao envelhecimento ou ao cancro."

Se o dinheiro que os EUA estão a gastar à procura de água na Lua o empregassem na luta contra o cancro, talvez fosse melhor empregue.

Quanto ao que se passa por cá, tens razão, faz-me sorrir.

 
Às 14 novembro, 2009 17:02 , Blogger Peter disse...

bluegift

Segundo a Universidade do Havai, o fim do mundo foi adiado de 2036 para 2068. Mais dados ajudaram a ajustar o cálculo da órbita do asteróide Apophis.

Talves os EUA estejam com pressa de se mudarem para a Lua...

 
Às 14 novembro, 2009 17:15 , Blogger Peter disse...

antonio - o implume

Quanto ao petróleo e no que respeita cá ao burgo, o Joe Berardo já está de olho na exploração do mesmo, que parece haver na costa portuguesa entre o norte de Lisboa e o Porto.

Haver água na Lua é essencial para a vida, o oxigénio arranja-se. Este mundo está a tornar-se tão perigoso, que nada como construir lá uns abrigos . E quem chegar primeiro é que se safa.

 
Às 14 novembro, 2009 19:21 , Blogger Peter disse...

"Não é fácil transportar água. Ocupa espaço, implica peso... Muito peso... E uma missão permanente na Lua exige certamente quantidades que podem fazer do transporte de água um feito económica e tecnicamente impeditivo. Daí que a descoberta agora feita pela NASA levante outros (e interessantes) cenários..." (in DN)

 
Às 20 novembro, 2009 19:37 , Blogger vbm disse...

Mas a Lua, como a Terra, deve ser um sistema 'fechado': a água que há será uma quantidade constante, sem aumento nem diminuição E no caso do satélite, sem atmosfera, nem a água se moverá de uma zona para outra... De água, não há modo de fazer mais água. Ou há!?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial