sexta-feira, outubro 30

Vacina contra a gripe A

A vacina Pandemrix contra a gripe H1N1, do laboratório britânico GlaxoSmithKline e que foi adoptada para Portugal, não vai poder ser utilizada na Suiça em mulheres grávidas, nos menores de 18 anos e nos adultos com mais de 60 anos, anunciou a autoridade suíça de regulação dos medicamentos, Swissmedic. A incerteza foi provocada pelo medicamento coadjuvante AS03 utilizado para a vacina da GlaxoSmithKlin. "Os dados actuais referem-se fundamentalmente aos adultos, mas não existe nenhum dado para as mulheres grávidas e os relativos a crianças são insuficientes", afirma a Swissmedic em comunicado.

A GlaxoSmithKline eliminou do seu site nacional todas as referências à vacina da gripe A. Se alguém quiser informar-se sobre a vacina Pandemrix directamente na página da Internet do gigante farmacêutico já não o poderá fazer. O mesmo acontece se desejar esclarecer-se sobre se as substâncias polémicas - tiomersal e escaleno - estão na composição do produto, apesar de até esta segunda-feira tal ter sido possível.

Ou seja, é impossível aceder, como acontecia, à composição da vacina que as autoridades dos EUA recusaram por conter o adjuvante escaleno e o derivado do mercúrio, tiomersal, alegadamente, por danos no sistema nervoso e toxicidade.

A GlaxoSmithKline divulgou no dia 23 que os testes da Pandemrix estão em curso em vários países europeus e que mais de 98% dos resultados obedecem aos critérios que permitiram o licenciamento. A mesma nota informa que decorrem em Espanha os testes pediátricos em 200 bebés, entre os 6 e os 36 meses, para conferir a sua tolerância. Portugal não está incluído no programa de teste da farmacêutica, que envolve 9000 pessoas, por incapacidade de resposta ao programa, dada a urgência em pôr a vacina no mercado.

(dos jornais)

O que vamos fazer? Vamos acreditar em quem? No nosso médico de família (se o tivermos)? E se ele for dos que não querem ser vacinados, vai aconselhar-nos a fazê-lo, ou deixa isso ao nosso livre arbítrio?

Etiquetas:

5 Comentários:

Às 30 outubro, 2009 17:36 , Blogger Meg disse...

Peter,

Depois de tanto ouvir, também não tenho opinião sobre o assunto.
Mas há uma coisa que me deixa de boca aberta...
os deputados são um grupo de risco???? Qual risco????
Porquê????

À excepção das crianças e das grávidas, não estaremos todos no mesmo grupo dos deputados???

Um abraço

 
Às 30 outubro, 2009 20:37 , Blogger Peter disse...

Meg

O maior problema é a vacinação de crianças e grávidas que na Suiça, como se vê no texto, não é permitida com a Pandemrix, por os dados sobre a sua aplicação a essas pessoas não serem suficientes. A mesma vacina, adoptada entre nós, não é permitida nos EUA.

Mas como nós é que sabemos...

Quanto aos deputados serem, ou não serem vacinados, é assunto que não me preocupa, pois eu faço tenção de o não ser.

Bom fds (parece que domingo teremos chuva)

 
Às 30 outubro, 2009 22:54 , Blogger Peter disse...

Bluegift

É como dizes: mais um título de rendimento dos "habitués".

Peritos da Organização Mundial da
Saúde (OMS) afirmam que uma dose
de vacina é suficiente para prevenir a gripe A.
A recomendação saiu de um encontro
que reuniu, em Genebra, um
grupo de peritos em vacinação, que
aconselha a organização em matéria
de decisões estratégicas.

Pelos vistos, cá não é...

 
Às 30 outubro, 2009 23:11 , Blogger Ferreira-Pinto disse...

PETER eu nem sei se cá tu, e eu, se não estivermos num dos grupos de risco (posto que não somos dos privilegiados lá como os do Parlamento) podemos ter a vacina. Sem grande certeza, acho que nem a pagar!

 
Às 31 outubro, 2009 01:31 , Blogger Peter disse...

Ferreira Pinto

Já viste o vídeo que a "bluegift" aqui colocou?

Donald Rumsfeld é o presidente da Gilead produtora do Tamiflu, um dos dois medicamentos utilizados no combate à A. Este medicamento tem efeitos secundários de natureza neuro-psicológica.

A gripe vulgar mata em cada ano meio milhão de pessoas em todo o mundo.

Há anos que me vacino contra ela, o que cria anti-corpos no organismo, que são protecção contra a A.

Sendo assim, para que estou a chatear-me? Não serei eu que irá ajudar a encher os bolsos do sr Donald Rumsfeld, de má memória na administração Bush.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial