sexta-feira, maio 15

FUCK

“Na antiga Inglaterra as pessoas não podiam ter sexo sem consentimento do Rei (a menos que se tratasse de um membro da família real).
Quando um casal queria ter um filho tinha de pedir autorização ao rei, que lhes entregava uma placa que deviam colocar à porta de casa enquanto mantinham relações sexuais.


A placa dizia: Fornication Under Consent of the King (F.U.C.K.). É esta a origem do termo “fuck”.”

(imag. GOOGLE)

5 Comentários:

Às 15 maio, 2009 03:16 , Blogger alf disse...

Eu ainda não tenho a certeza de que esta história seja verdade, embora já a tenha visto referida várias vezes. Na wikipedia não a refere.

No entanto, ela reflecte uma preocupação essencial de todas as civilizações desde tempos remotos: o controlo da natalidade.

Penso que algumas das guerras que se fizeram na europa, e nomeadamente entre Portugal e Espanha, não tiveram outro objectivo que não fosse a diminuição da população alistada nos exércitos - não havia espaço para mais ninguém, os filhos excedentários de cada casal não podiam encontrar terra para cultivar porque não a havia, então incorporavam os exércitos, e depois estes eram desbastados através de batalhas.

 
Às 15 maio, 2009 09:57 , Blogger Peter disse...

alf

Foi mais uma oportunidade para publicar a gravura que é uma representação interessante da sociedade medieval.

Temos o caso português: a reconquista, iniciada por D. Afonso Henriques, foi feita com os cavaleiros de Coimbra, filhos segundos da nobreza. Era a única possibilidade de enriquecerem, pois o filho primogénito era o herdeiro universal, incluindo título, terras e riquezas.
Os grandes senhores do Norte, os chamados "senhores de pendão e caldeira", porque tinham a possibilidade de possuir um "exército" próprio, com o seu estandarte (pendão) e de o alimentar (caldeira), estavam-se "nas tintas" para o rei e só quando viram que a reconquista era rentável, se começaram a interessar.
Além, claro, da peonagem de que falas.

 
Às 15 maio, 2009 19:08 , Blogger Papoila disse...

Peter:
A gravura é uma maravilha... todas as personagens representadas.
Beijos

 
Às 15 maio, 2009 20:41 , Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Peter

Bastante interessante embora me pareça excessivo. Então não havia umas fugazitas nem nada? Tinha que passar tudo pelo consentimento do Rei?


Abraço

 
Às 16 maio, 2009 18:16 , Blogger Meg disse...

Peter,

Por acaso já conhecia, mas ilustraste muito bem.
Pobres ingleses!

Um abraço

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial