sábado, maio 17

Portugal de hoje

- Quero comprar uma daquelas bolas de borracha compacta, que fechamos na mão e vamos apertando e assim trabalhando os dedos.
- Sei o que é, mas já há bastante tempo que não temos. Talvez numa casa da baixa.
- Qual delas? A Sena fechou.
- A Sena fechou?
- Não sei, mas ou está fechada, ou anda em obras, pois tem um andaime à volta da porta..
- Então a outra em frente.
- Agora é uma loja de modas.
- Está tudo falido e esta gente não se convence disso. É só gamanço, é tudo a sacar. Ainda há pouco telefonaram-me a dizer que me tinham roubado um tratorzeco numa pequena propriedade que tenho lá para cima. Parece que a GNR anda a investigar.
- Pois é, meu caro, isto está uma boa m... A Baixa só lá tem meia dúzia de velhos a morar. As lojas estão falidas e a morrer aos poucos. Resta a quinquilharia da Rua Augusta, que de "augusta", já nada tem. Olhe, vou andando e boa sorte para o seu negócio.
- Boa sorte para mim, a ver se não me metem uma bala na cabeça.
- Tem razão. Agora com o "carjacking" há que esperar tudo. Mas já agora e uma vez que a conversa está a ser agradável, diga-me uma coisa.
- Faz favor.
- O governo diz que vai pôr em execução um plano para acabar com as listas de espera nas consultas e operações oftalmológicas e para isso o Min Saúde vai contratualizar 30 mil cirurgias e 75 mil primeiras consultas. Mas o que andaram todo este tempo a fazer? Eu acho ser de uma crueldade inominável, terem deixado mergulhados na cegueira milhares dos nossos concidadãos durante tanto tempo. Porquê esta pressa toda agora de um momento para o outro?
- Se calhar estão com receio do contágio.
- Contágio?. Contágio de quê?
- Do vírus cubano.

4 Comentários:

Às 17 maio, 2008 14:13 , Blogger Tiago R Cardoso disse...

Isto está difícil,enquanto temos esses problemas todos esta semana discutiu-se o cigarro de Sócrates.

Pobre país este...

 
Às 17 maio, 2008 16:57 , Blogger meg disse...

Dá-me tempo, Peter, porque não sei se hei-de rir ou chorar.
Se se vai fazer agora o que já podia ter sido feito, quem nos garante que quando e se voltarem para o poleiro (não me importa quem) não vai fazer o mesmo?
E que estas pessoas não deixaram de ver ontem nem anteontem, nem o ano passado? Mas o mesmo se pode dizer dos dentistas.

Peter, eu tirei a tarde para ti, mas levei forte e feio, não seremos uns desencantados da vida, ou antes, uns inadaptados, porque nos roubaram o passado?

Espero que estejas em forma, que tenhas um bom fim de semana e recebe um abraço desta recalcitrante militante que "malgré tout" renasceu das cinzas depois de sobreviver a um tsunami lá em casa.

 
Às 17 maio, 2008 18:23 , Blogger Peter disse...

Tiago

Isto é uma autêntica nojeira. O mais importante que aconteceu, foi o nosso 1º Ministro, vir dizer que ignorava que não podia fumar, pedir desculpa e prometer que ia deixar de fumar. Comovente!

Os noticiários da TV1, subsidiada pelo Estado, normalmente abrem com cerca de meia hora dedicada ao futebol. Há pouco tempo, levaram 2 dias a falar de um tal Jardel.

E fico por aqui, pois hoje é Domingo e está um belo dia.

Abraços.

 
Às 17 maio, 2008 18:34 , Blogger Peter disse...

Meg

Obrigado por teres tirado a tarde para mim, mas eu não valho isso.

Sabes o que "esta coisa" me lembra? A orquestra a tocar, enquanto o Titanic se afunda.

Mais uma semana de trabalho, semi/trabalho, ou não trabalho, mas o pior é o desemprego, com dados falseados, agora corrigidos e MEIO MILHÃO de pessoas a querem trabalhar.

Abraços

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial