sexta-feira, maio 16

O mistério da Catedral de Salamanca


Durante o restauro da Porta de Ramos da Catedral Nova de Salamanca realizado em 1992, foram integrados motivos contemporâneos e modernos, entre os quais uma figura esculpida de um astronauta.

A inserção deste motivo deve-se à tradição dos antigos restauradores e construtores de catedrais que consistia em utilizar um motivo contemporâneo, dissimulado entre os motivos mais antigos, com o intuito de assinar as suas obras.

O responsável pelo restauro, Jerónimo Garcia, escolheu um astronauta como símbolo do século XX.

11 Comentários:

Às 16 maio, 2008 02:06 , Anonymous lucia disse...

hmmm.. interessante

 
Às 16 maio, 2008 06:33 , Blogger Peter disse...

Lucia

Já acordada?
É uma pequena história, cujos fundamentos eu desconhecia e que achei interessantes.

P.S. Que tal passaste o dia de anos?

 
Às 16 maio, 2008 09:41 , Blogger lusitano disse...

Para mim tem um sentido que é dizer, simbolizar, que Deus não foi, nem será, Deus é, ou seja, está em todos os momentos da humanidade.

Abraço

 
Às 16 maio, 2008 13:12 , Blogger vbm disse...

Giro! :))

 
Às 16 maio, 2008 13:24 , Anonymous lucia disse...

querido Peter,
ainda festejo o dia de anos. Pelos vistos até Domingo:)

so esta manhã fui beber uma garrafa de champanhe de reserva, bruto, numa esplanada com a chuva a cair.
surpresa de um amigo:)

beijo

 
Às 16 maio, 2008 13:36 , Blogger Marta disse...

Não sabia...
Não deixa de ser interessante, porque é uma forma de revitalizar a cultura, a tradição...
Ás vezes, perdida por aí????
Até já
Beijos e abraços
Marta

 
Às 16 maio, 2008 15:25 , Blogger susitour.com disse...

Muitas vezes associa-se a arte/escultura sacra a um passado muito longínquo,logo torna-se um pouco estranho, numa primeira análise, a inclusão de um astronauta. Mas se pensarmos bem, de facto faz sentido marcar grandes feitos(por que não?) numa catedral. Convida-nos a olhar não só para o passado, mas também para o futuro espacial ainda por explorar .

 
Às 16 maio, 2008 15:29 , Blogger susitour.com disse...

Peço desculpa pela repetição do meu comentário...deveu-se a problemas técnicos de publicação.
Obrigada

 
Às 16 maio, 2008 17:43 , Blogger Peter disse...

vbm

Estou sempre a apender.

 
Às 16 maio, 2008 17:46 , Blogger Peter disse...

Marta

Tens toda a razão. Olha que não me tinha lembrado desse aspecto que focas:

"é uma forma de revitalizar a cultura, a tradição...
Ás vezes, perdida por aí????"

Bj

 
Às 16 maio, 2008 18:21 , Blogger Peter disse...

susitour

As esculturas nos pórticos das catedrais eram pintadas de cores vivas e constituiam uma forma da Igreja ensinar o Evangelho ao Povo. Levavam dezenas de anos a contrui-las e as gerações de canteiros e escultores, sucediam-se dentro da mesma família, pois por tradiçao e necessidade, os filhos seguiam a profissão do pai.

É portanto perfeitamente natural que desejassem como que assinar o seu trabalho, deixando uma marca familiar nas belíssimas Catedrais, que são dos mais belos monumentos que chegaram até aos nossos dias.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial