quarta-feira, abril 9



«O que presta às acções humanas o sabor da justiça
é uma certa nobreza ou coragem ( )
em virtude da qual se despreza
ficar devendo o bem-estar da vida
à fraude ou ao desrespeito pelas promessas.»
(Thomas Hobbes)
.
A quota de responsabilidade dos cidadãos
perante a inoperância da polícia e da justiça,
pode talvez filiar-se naquela falta de coragem
e de nobreza de que fala Hobbes...
.
O regime de delacção e opressão do corporativismo,
travestiu-se na demagogia dos direitos dos trabalhadores,
e na demissão dos governantes em dirigirem a sociedade.

Etiquetas: ,

9 Comentários:

Às 09 abril, 2008 19:33 , Blogger Peter disse...

vbm

Concordo contigo:

Passámos de um "regime de delação e opressão" para uma sociedade egoísta e demagoga, reivindicando na rua "os direitos dos trabalhadores" e procurando obter aí o Poder que as eleições livres e democráticas não lhe conferem.
Eu sei que muitos pensam isto, mas não o dizem por receio de serem apelidados de "fascistas", reservando para o segredo das urnas o seu modo de pensar e ainda bem.
A sociedade não olha como devia para esses direitos? De acordo.
Mas os trabalhadores só têm "direitos", não têm "deveres"?
Estou farto de há quase 35 anos ouvir gritar, muitas vezes com as vozes esganiçadas de gordas matronas:
"A LUTA CONTINUA, GOVERNO PARA A RUA".
Falta de imaginação. Arranjem outro slogan.
Quando é que o PCP se transforma num partido do sec XXI?
Entre os dois, prefiro o BE.

Claro que os outros culpados são os governantes, que se demitem, por comodismo, ou incompetência, das funções para que foram eleitos, de dirigirem a sociedade.

Teria mais a dizer, mas actualmente causa-me um certo desconforto físico estar no PC.

Abraço amigo

P.S. - A "bluegift" anda assoberbada com trabalho.

 
Às 09 abril, 2008 19:46 , Blogger Manuel Rocha disse...

Muito bem posto !

As coisas importantes também cabem em poucas palavras. A questão é saber quais escolher...

 
Às 09 abril, 2008 21:15 , Anonymous lucia disse...

"Qualquer governo é melhor que a ausência de governo. O despotismo, por pior que seja, é preferível ao mal maior da Anarquia, da violência civil generalizada, e do medo permanente da morte violenta."

Thomas Hobbes

 
Às 10 abril, 2008 10:16 , Blogger quintarantino disse...

Boas citações, especialmente esta última.
Isto porque o homem entregue a si próprio é sempre o seu pior inimigo!

 
Às 10 abril, 2008 10:48 , Blogger Peter disse...

Lucia

Uma boa citação elogiada pelo "quintarantino", que é uma referência.

P.S. - Por motivos de saúde não tenho podido estar mt tempo no PC, razão porque não tenho visitado os blogs amigos.

 
Às 10 abril, 2008 10:49 , Blogger Peter disse...

"quintarantino"

"Homo homini lupus"

 
Às 10 abril, 2008 17:01 , Blogger Ant disse...

O que incomoda, e já o tenho dito algumas vezes, aqui e noutros locais, é a falat de esclarecimento da maioria dos actores da maioria dos protestos e contestações.
As entidadades políticas (sobretudo os sindicatos), mantêm a ideia de que muita gente é que é. Ora eu entendo que às vezes é preferível não estar tanta gente a protestar gratuitamente e promover o esclarecimento público sobre as questões, que são várias.
É por isso que os direitos, e não só dos trabahadores, vão sendo castrados aos poucos.
Basicamente o que interessa aos poderes é manterem-se, manterem os seus estatutos, os quais, certamente, levarão para a cova quando morrerem. Aí sim, a festa deve ser linda. Ninguém se fala... digo eu...

Abraços.

Blue, vê lá não te esgotes...

 
Às 10 abril, 2008 18:20 , Blogger Meg disse...

Peter,

É hoje o dia, não é?
Espero que esteja tudo bem contigo.
De polícias e ladrões falamos depois, ok?
As melhoras

 
Às 10 abril, 2008 23:08 , Anonymous lucia disse...

PEter espero que melhores rapido:)

beijo

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial