sexta-feira, abril 4

Ainda um pouco a propósito das pertinências da cultura australiana deparei-me hoje com esta reflexão cartesiana de Ernest Gellner no seu livro Razão e Cultura, ed. Teorema:

«As outras nações sustentam crenças extravagantes e rídiculas. Quem somos nós para pensarmos que estamos isentos de confiantes ilusões? O argumento da ilusão é formulado por Descartes, como aliás deve ser, em termos de culturas inteiras, e não de erro individual. O que é perturbador é, não o facto de eu ser capaz de errar, mas de as convicções partilhadas por toda uma sociedade, insertas no seu modo de vida e por ele sustentadas, serem profundamente erróneas. [ ] Assim sendo, como podemos nós confiar nas nossas pr´prias convicções colectivas fortes? [ ] Estaremos nós isentos de insensatez? E porque nos haveríamos de nos considerar isentos dessa falibilidade?»

Como antídoto céptico a esta verdade, que nos persuade «apenas pelo exemplo e pelo costume», a dúvida purifica a inteligência nunca nos permitindo «ser persuadidos por outra coisa que não a evidência da nossa razão.» Este o fundamento e a utilidade do diálogo e da negociação política entre os estados do vários povos.

Etiquetas: ,

4 Comentários:

Às 05 abril, 2008 20:03 , Blogger Peter disse...

Vasco

Não estou com "estaleca" para comentar o teu texto.
Fui internado no sábado passado no Hospital CUF-Descobertas. Na 3ªF fiz uma biopsia aos rins, que é melindrosa e envolve riscos. O após-biopsia é chato pois obriga a estar deitado numa imobilidade total durante 24h.
Tive alta 5ªF ao fim do dia, mas com cuidados, pois só posso sair de casa 2ªF e tenho de estar mais uma semana sem andar de automóvel e muito menos utilizar transportes colectivos.
Dia 10 volto lá para, de acordo com os resultados da biopsia, iniciar o tratamento.

Obrigado pela continuação que têm dado ao blog, pois ninguém é insubstituível.

Abraço amigo.

 
Às 05 abril, 2008 22:20 , Blogger herético disse...

abraços.

faço votos para que tudo esteja bem com o Peter...

 
Às 06 abril, 2008 12:05 , Blogger vbm disse...

Vai tudo dar bem, rapaz!
Estimo as rápidas melhoras.

Abraço,
Vasco

 
Às 06 abril, 2008 17:04 , Blogger Meg disse...

Peter,

Vai correr tudo bem, e embora não pertença à turma dispenso-te dos comentários.
Se alguém não estiver de acordo, podem bater-me.
Ah... trouxe uma amiga, a Maria Faia de quem vão gostar. Sabe o que diz e como dizer.

As melhoras para ti e tenta aguentar... se pudéssemos dividir isso por todos...

Estou a falar a sério, as truas melhoras amigo Peter e um abraço com muito cuidado.
Trata de ti que eu sei que esse problema é muito chato e principalmente doloroso.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial