segunda-feira, abril 14

É bem verdade , que o último a rir é quem ri melhor

Querido,

Estou a escrever esta carta para dizer que te vou deixar para sempre. Fui uma boa mulher para ti durante sete anos e não tenho nada a provar.
As duas semanas passadas foram um inferno, o teu chefe chamou-me para dizer que te tinhas demitido e isto foi a última gota.
Na semana passada, chegaste a casa e não notaste que eu tinha um novo penteado e tinha ido à manicura. Cozinhei a tua refeição preferida e até usei uma nova lingerie. Chegaste a casa, comeste em dois minutos e foste dormir depois de ver o jogo. Não me dizes que me amas, nunca mais fizemos sexo.
Ou me estás a enganar ou já não me amas mais, seja qual for o caso, vou-te deixar.

A tua Ex-mulher
P.S - Se me quiseres encontrar, desiste. O teu IRMÃO e eu vamos viajar para as Bahamas e casar!
______________________________________________________________

Querida ex-mulher.

Nada me fez mais feliz do que ler a tua carta. É verdade que estivemos casados durante sete anos, mas dizeres que foste uma boa mulher é exagerar. Vejo futebol para tentar não te ouvir a resmungar a toda a hora. Assim não valia a pena.
Realmente reparei que tinhas um novo penteado na semana passada, a primeira coisa que me veio à cabeça foi "Pareces um homem!". Mas a minha mãe sempre me disse para não dizer nada que não fosse bonito.
Quando cozinhaste a minha refeição preferida, deves ter confundido com a do MEU IRMÃO, porque deixei de comer porco há sete anos. Fui dormir porque reparei que a lingerie ainda tinha a etiqueta do preço. Rezei que fosse uma coincidência o meu irmão ter-me pedido emprestado 50,00 EUR e a lingerie ter custado 49,99 EUR.
Depois de tudo disto, eu ainda te amava e senti que podíamos resolver os nossos problemas. Assim quando descobri que eu tinha ganho o Euromilhões, deixei o meu emprego e comprei dois bilhetes de avião para a Jamaica. Mas quando cheguei a casa já tinhas ido. Tudo acontece por alguma razão. Espero que tenhas a vida que sempre sonhaste. O meu advogado disse-me que devido à carta que escreveste, não vais ter direito a nada. Portanto cuida-te.

Assinado:
Milionário e Solteiro

P.S. - Não sei se eu alguma vez te disse isto mas o Carlos, o meu irmão, nasceu Carla. Espero que isto não seja um problema.

(Enviado pela "bluegift". De vez em quando é bom rirmo-nos um pouco. Possivelmente já a conheciam, mas voltam a rir-se.)

6 Comentários:

Às 14 abril, 2008 16:57 , Blogger Ant disse...

hehehehehehehe

 
Às 14 abril, 2008 19:02 , Blogger Meg disse...

Peter, esta é demais...... ahahahahahah!!!...ahahahahh!!......ahahahahahahhahahaha!!!!!....ahahahahahh....rsrsrsrsrsrsr.....rsrrsrss

mas ela mereceu ahahaha! ainda dizem que não há coincidências.
Esta vai dar para me divertir uns tempos, depois duma semana cheia de dodóis. Tás melhor? Espero que sim.

Um abraço

 
Às 14 abril, 2008 20:01 , Blogger Blondewithaphd disse...

What to say? Simply crying my eyes out of lol!!!!!

 
Às 14 abril, 2008 23:36 , Blogger Peter disse...

Meg

Continuas a divulgar poetas brasileiros.

Eu cá vou procurando levar a minha vida normal, esperando que os meses passem e que recupere totalmente.

Por isso e até porque a "blue" anda atulhada em trabalho, temos de vez em quando de aliviar o "stress" duvulgando estas anedotas que circulam por aí, já que há o receio (julgava que já não existia) de publicar o dinheirão que se gasta no pagamento das reformas e outros "tachos" daqueles que tanto se sacrificarm por nós (deixa-me rir ...), no Governo.

 
Às 15 abril, 2008 08:24 , Blogger PDivulg disse...

Fogo! Logo com o irmão!!!...

 
Às 15 abril, 2008 09:31 , Blogger Marta disse...

Pois é...rir é a melhor coisa a fazer...
Já conhecia, sim, mas foi bom voltar a rir...
Obrigada..
Beijos e abraços
Marta

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial