segunda-feira, maio 14

A “ponte”

Um universo velho é necessário para produzir estrelas. Por sua vez, as estrelas produzem os elementos nucleares mais pesados que o hélio, necessários à subsequente evolução da complexidade.
Se a força da gravidade fosse ligeiramente diferente, ou se a intensidade da força electromagnética fosse ligeiramente perturbada, as estrelas deixariam de existir e o delicado equilíbrio responsável pela possibilidade da existência da vida e pelas propriedades dos núcleos, átomos e moléculas seria destruído.

As estrelas não poderiam nunca ter tocado nada, não poderiam nunca ter percorrido cidades no (des)conforto enlatado dos transportes públicos, sem a “ponte” exacta dos corpos.

Mas preocupa-me a “precisão de relojoeiro” que regula o Universo. Está intimamente ligada às “constantes da Natureza”. Já por aí falei nelas: velocidade da luz no vácuo, massas das partículas elementares da matéria, ...

Por que razão têm os valores que têm?
Se fossem diferentes, a possibilidade da existência de observadores conscientes e em evolução, desapareceria.

5 Comentários:

Às 14 maio, 2007 16:18 , Blogger Betty Branco Martins disse...

Olá Peter

Mais um daqueles textos____________ao meu gosto:))_______porque aprendo

Uma das marcas da genialidade é o tempo necessário para explorar totalmente, por meio de experimentos, as implicações de uma nova teoria.

Nesse sentido, Einstein ainda continua forte.

Beijinhos
BSemana

 
Às 14 maio, 2007 19:26 , Blogger herético disse...

talvez "Deus" seja um excelente "jogador de dados". não vejo outra explicação...

abraços

 
Às 15 maio, 2007 09:27 , Blogger bluegift disse...

Constantes porque as percebemos como tal ? Será possível olhá-las de outra forma ? Who knows...

 
Às 15 maio, 2007 10:27 , Blogger Peter disse...

"blue", boa pergunta.

Who knows...

 
Às 15 maio, 2007 22:06 , Blogger António disse...

Olá, Peter!
Não faças perguntas difíceis aos quais ninguém sabe responder.
Se os valores das constantes da Natureza fossem diferentes existiria Natureza?

Um abraço

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial