quarta-feira, janeiro 18

Gente?


Uma profunda raiva, ódio e sensação de impotência, é o que sinto.
Em Dezembro, uma criança de 11 anos foi atropelada por um condutor de 27, cuja identidade não foi revelada, em nome do “sacrossanto” segredo de justiça, o qual negou qualquer responsabilidade.
Não sei se a tem, ou não tem, nem vou entrar em pormenores. Só sei que a criança está numa cadeira de rodas, não mexe o braço esquerdo, nem fala. A Companhia de seguros lavou daí as mãos e o condutor, quando a polícia lhe perguntou “se a pancada tinha sido violenta”, respondeu:

“então não vê o que esse filho da mãe me fez ao carro?”

Caso verídico.

(imagem do Google)

3 Comentários:

Às 18 janeiro, 2006 22:22 , Blogger yatashi disse...

não... não é gente, não é humano, é um animal que devia ser abatido.

 
Às 18 janeiro, 2006 22:57 , Anonymous Anónimo disse...

vivemos num mundo de selvagens...

margarida

 
Às 18 janeiro, 2006 23:59 , Blogger Peter disse...

Como vos compreendo. Desculpem, mas o coment é dirigido às duas.
Tenho pouco tempo, pois terei de me levantar às 05h mas à noite cá estarei.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial