sexta-feira, março 23

Greve geral

Arménio Carlos, o novo Secretario Geral da CGTP, não fez esquecer Carvalho da Silva, antes pelo contrário. Quando muito foi uma greve do Metro de Lisboa, que fez poupar bastante dinheiro ao Governo. Nos hospitais houve até melhorias no tempo de espera, as escolas funcionaram em parte, do mesmo modo que a Carris, o que muito jeito me fez.

Houve as habituais queixas contra o Governo e a “troika” e contra a prepotência de empresas que tudo fazem para impedir o direito à greve. Os piquetes de greve apenas dão conselhos, pois parece que o Povo já não quer ser protegido pela CGTP.
Lamentável, muito lamentável, foi a atuação da Polícia, dirigida contra manifestantes, alheios à CGTP ( “o esquerdismo é a doença infantil do comunismo”), que equiparou Lisboa a Atenas, aproveitado pela imprensa internacional, que apenas destacou este aspeto, esquecendo a razão dos intervenientes do protesto.

1 Comentários:

Às 25 março, 2012 22:36 , Blogger Peter disse...

Acabei de ouvir o Marcelo R S. Focou os aspectos que resumidamente abordei. Fiquei satisfeito, pelo menos há uma pessoa que pensa como eu no que respeita ao "flop" da Greve, chamada Geral (sem o ser) do sr Armenio.

Em Atenas continua a "porrada" da Polícia nos manifestantes. É importante, é fundamental, que não enveredemos por esse caminho.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial