quinta-feira, março 15

A vida foge

Dantes, quando os meus pais ainda eram vivos, ia com frequência à terra. Agora, quando lá vou, não conheço ninguém. Os Natais que nunca mais chegavam, agora caem sobre mim como uma maldição e já aí vem outro.

Voltei-me então para o blog e foi um prazer corresponder-me com imensa gente. Sem menosprezar os outros, destaco em especial o “alf”, embora seja frequente não estarmos em concordância.
Mas os blogs roubavam-me tempo à leitura e a inspiração vai diminuindo à medida que a idade aumenta. Por isso voltei-me para a Farmville e outras distrações (?) semelhantes. Mas estou farto delas, por isso voltei  ao “conversas de xaxa” ( com x e não com ch, como deveria ser).

A esmagadora maioria acredita que a atual situação económica e social é má e vai piorar. Mas daí a Otelo, que numa palestra feita no ICAC (Instituto de Contabilidade e Administração de Coimbra) sobre as Forças Armadas na Defesa da República e da Democracia, dizer que, no seu entender “quando há perda de soberania, perda de independência, as FA têm de atuar”, vai uma grande distância.
O tempo passou e o conferente nunca se habituou a viver em Democracia…

2 Comentários:

Às 15 março, 2012 19:14 , Blogger UFO disse...

Alf, :-)
Mas nao sao, por definicao e inerencia, as FAs o garante ultimo da independencia nacional?

 
Às 17 março, 2012 00:43 , Blogger Peter disse...

E não é o PR o Cmdt das mesmas?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial