sábado, março 17

UNIVERSO

O modelo cosmológico standard, baseado na teoria da gravidade de Einstein, é o representado abaixo, segundo o qual o nosso universo é uma espécie de cone, do qual o Big Bang (BB) seria o vértice.





Mas este modelo evoca somente o instante inicial, há 13,7 biliões de anos, quando o universo onde vivemos tinha um volume nulo e uma temperatura e densidade infinitas, nada nos dizendo sobre o que havia antes fora do universo nascente. A radiação de fundo, detetada pelos radioastrónomos americanos Arno Penzias e Robert Wilson nos anos 60 e posteriormente pelo satélite Cobe, em fins de 80 e Wmap no início deste século, têm estudado esta radiação, um fundo de micro-ondas de uma intensidade quase impercetível, mas proveniente de todas as direções. Estima-se que a sua origem seja de 380 mil anos, após o BB. Antes desta data nenhuma luz chegou até nós, as partículas e os átomos estariam de tal modo agitados que cada fotão emitido era instantaneamente reabsorvido, tornando o universo completamente opaco.

Será que o UNIVERSO sempre existiu e existirá, sendo um TODO que inclui o nosso, em que o BB se iniciou por uma “singularidade” que, neste momento, pode estar a ocorrer noutro universo?

4 Comentários:

Às 17 março, 2012 16:59 , Blogger Peter disse...

A figura é pequena, mas foi o que se pode arranjar. Reparem no satelite Wmap no extremo do universo visível.

 
Às 19 março, 2012 16:10 , Blogger Amita disse...

Que bom reler-te em mais um excelente artigo. Já percorremos um longo caminho, contudo não sabemos qual a percentagem dele.
Bjinho e uma flor

 
Às 19 março, 2012 22:41 , Blogger heretico disse...

poesia. pura...

abraço

 
Às 20 março, 2012 10:06 , Blogger Peter disse...

heretico

Cometeste um erro de ortografia: escreveste "poesia" em vez de "teoria". LOL

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial