sexta-feira, novembro 23

Há e-mails engraçados... e outros nem por isso

Pela pertinência de ambos aqui ficam duas pérolas que recebi por e-mail. Isto até consolidar umas ideias que tenho aqui encravadas...

... é só uma questão química!
Num exame de Segundo Grau, questão de Química Básica: - Qual a diferença entre Solução e Dissolução? Resposta de um aluno: - Colocar UM qualquer dos políticos num tanque de ácido para que dissolva, é uma Dissolução.
Colocar TODOS - é uma Solução.

Não sei se é verídica mas que está bem esgalhada está.
Foi copy past. Apenas não incluí os dados pessoais.

Introdução:
"Tive acesso a esta carta escrita por um cidadão ao nosso Ministro das finanças, é veridica.
Se todos tivessemos a atitude deste homem, que não conheço, quem sabe se o nosso Portugal não melhorava, e os nosso governantes pensassem mais no povo que governam e que os elegeram.
Passem a todos este acto de coragem. "

Ex.mo Senhor Ministro das Finanças
Victor (...) Cerqueira, cidadão eleitor e contribuinte deste País,com o número de B.I. (...), do Arquivo de identificação de Lisboa, contribuinte (..) vem por este meio junto de V.Ex.a para lhe fazer uma proposta:
A minha Esposa, Maria (...) Cerqueira, foi vítimade CANCRO DE MAMA em 2004, foi operada em 6 Janeiro com a extracção radical da mesma.
Por esta "coisinha" sem qualquer importância foi-lhe atribuída uma incapacidade de 80%, imagine, que deu origem a que a minha Esposa tenhaus ufruído de alguns benefícios fiscais.

Assim, e tendo em conta as suas orientações, nomeadamente para a CGA, que confirmam que para si o CANCRO é uma questão de só menos importância.
Considerando ainda, o facto de V. Ex.ª, coerentemente, querer que para o ano seja retirado os benefícios fiscais, a qualquer um que ganhe um pouco mais do que o salário mínimo, venho propor a V. Ex.ª o seguinte:

a) a devolução do CANCRO de MAMA da minha Mulher a V. Ex.ª que, com os meus cumprimentos o dará à sua Esposa ou Filha.
b) Concomitantemente com esta oferta gostaria que aceitasse para a sua Esposa ou Filha ainda:
c) os seis (6) tratamentos de quimioterapia.
d) os vinte e oito (28) tratamentos de radioterapia.
e) a angustia e a ansiedade que nós sofremos antes, durante e depois.
f) os exames semestrais (que desperdício Senhor Ministro, terá que orientar o seu colega da saúde para acabar com este escândalo).
g) ansiedade com que são acompanhados estes exames.
h) A angústia em que vivemos permanentemente.Em troca de V. Ex.ª ficar para si e para os seus com a doença da minha Esposa e os nossos sofrimentos eu DEVOLVEREI todos os benefícios fiscais de que a minha Esposa terá beneficiado, pedindo um empréstimo para o fazer.

Penso sinceramente que é uma proposta justa e com a qual, estou certo, a sua Esposa ou filha também estarão de acordo.
Grato pela atenção que possa dar a esta proposta, informo V.Ex.a que darei conhecimento da mesma a Sua Ex.ª o Presidente da República, agradecendo fervorosamente o apoio que tem dispensado ao seu Governo e a medidas como esta e também o aumento de impostos aos reformados e outras...
Reservo-me ainda o direito (será que tenho direitos?) de divulgar esta carta como muito bem entender.

Como V. Ex.ª não acreditará em Deus (por se considerar como tal...) e por isso dorme em paz, abraçando e beijando os seus, só lhe posso desejar que Deus lhe perdoe, porque eu não posso (jamais) perdoar-lhe.

5 Comentários:

Às 23 novembro, 2007 13:03 , Blogger Peter disse...

ANT

"Penso sinceramente que é uma proposta justa"
Este honesto cidadão é que devia ser galardoado com o prémio "Blog com tomates" que nos foi atribuido.

Sim, porque o dinheiro não cresce das árvores. Deveria estar nos n/bolsos mas não está, senão como é que se iam pagar 18.000 € mensais ao advogado João Pedroso, "contratado pelo Ministério da Educação (ME) para fazer o levantamento das leis sobre Educação e um manual na área." ( Jornal "Correio da manhã", ano XXVII/nº 10403 de 22 NOV 07, contra-capa, ao fundo da pág, do lado esq)

 
Às 23 novembro, 2007 16:11 , Blogger Lumife disse...

Se um é uma paródia "bem esgalhada" como diz, a carta é um grito de revolta que sai do peito com toda a força possível tentando chegar a quem responde com o mutismo habitual.


Um abraço

 
Às 23 novembro, 2007 16:18 , Anonymous lucia disse...

"Colocar TODOS - é uma Solução."

"Como V. Ex.ª não acreditará em Deus (por se considerar como tal...) e por isso dorme em paz, abraçando e beijando os seus, só lhe posso desejar que Deus lhe perdoe, porque eu não posso (jamais) perdoar-lhe. "


é voltar á epoca das bruxas e queimá-los a todos:)

Radical? não! Farta...

de ver o nosso pais tao bonito que é, digno que foi, cair desta maneira estupida.


enfim..

também há coisas boas (fora daqui.)

Lúcia

 
Às 23 novembro, 2007 17:39 , Blogger Blondewithaphd disse...

That is what I call A LETTER!
That is what I call A MAN!

 
Às 26 novembro, 2007 12:04 , Blogger Olhos de mel disse...

É Peter, existem pessoas que realmente se consideram um Deus... e com isso estão destruindo o mundo e a própria humanidade. Que triste, viu?
Fique com Deus!
Beijos

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial