sexta-feira, abril 6

Conquistas femininas


Conquistas Femininas... vá lá... já estão a melhorar... já servem para alguma coisa...
A repórter Glória Maria, da TV Globo, quando esteve no Afeganistão, há dez anos, notou que as mulheres caminhavam sempre meio metro atrás de seus maridos.
Voltando lá agora, observou que elas tinham passado a caminhar, pelo menos, cinco metros à frente deles.

Interessadíssima nesta mudança de comportamento, a jornalista imaginou que tal mudança de costumes deveria significar uma grande vitória feminina.
Aproximou-se de uma das mulheres e disse, deslumbrada:

- "Amiiiiiga, que maraviiiiilhaaaa!!!!!!! O que aconteceu aqui que fez com que se extinguisse aquele costume absurdo da mulher caminhar atrás dos maridos e, agora, caminharem gloriosamente à frente deles????????"

E a mulher afegã respondeu: - "MINAS TERRESTRES..."

(enviado pela "bluegift")

Foto Google – Mulher afegã com burka

5 Comentários:

Às 06 abril, 2007 02:22 , Blogger Paula Raposo disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
Às 06 abril, 2007 10:09 , Blogger Peter disse...

"paula raposo", penso não se tratar de "sentido de humor", embora possa haver pessoas que o encarem assim.
Julgo tratar-se de denúncia contra os fundamentalistas islâmicos e seus amigos ocidentais. Talvez quando os carros-bomba começarem a explodir em Lisboa mudem de ideias.
Aliás não é uma situação inédita:

- durante a guerra Irão-Iraque, as crianças iranianas marchavam à frente dos soldados para, pisando-as, rebentarem as minas anti-pessoal e abrirem caminho aos soldados iranianos.

 
Às 06 abril, 2007 11:55 , Blogger Paula Raposo disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
Às 06 abril, 2007 14:30 , Blogger Peter disse...

"não posso esquecer que há um problema com a condição da mulher no Islão, que implica um conflito de valores com a nossa ideia civilizacional de igualdade e dignidade humana, que o véu não é hoje apenas uma forma de vestir segundo um código religioso, mas transporta uma simbologia política e que o pluralismo cultural não se sobrepõe no sistema de valores à liberdade e à sua ética.”

(In Pacheco Pereira: http://www.abrupto.blogspot.com)

Faço minhas as suas palavras, o que não implica que ideologicamente, ou politicamente, me identifique ou não, com o autor das mesmas.

 
Às 12 abril, 2007 18:58 , Blogger António disse...

Olá!
Por acaso li essa notícia.
E ainda há algumas mulheres que se queixam tanto em Portugal...

Saudações

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial