sexta-feira, dezembro 8

Vem ter comigo...

Deixa essa tua vida de segredo
passa por cima do medo
Vem ter comigo.
Serei o teu abrigo
como porto na tempestade
como força conta a maldade.

Vem ter comigo
porque a noite arrefece cedo
e depois é muito tarde.





Foto: Nuno Ferreira

6 Comentários:

Às 08 dezembro, 2006 13:12 , Blogger Luna disse...

Como gostava de estender a mão ao fim do caminho e este me ajudasse, mas o horizonte esta sempre tão longe

 
Às 08 dezembro, 2006 17:03 , Blogger Heloisa B.P disse...

"ARREFECE CEDO"_De facto_!!!
................................
BELISSIMO *ANT*!
Ja' senti Sua falta.
Porem, eu ando ausente "quase de mim"!!!
Abraco Amigo.
Heloisa
********

 
Às 08 dezembro, 2006 17:06 , Blogger mfc disse...

Talvez devido a este dia... senti muito este teu poema.

 
Às 10 dezembro, 2006 14:41 , Blogger António disse...

Peter, o protector!
eh eh

Abraço

 
Às 10 dezembro, 2006 21:43 , Blogger Peter disse...

Antonio, estás a precisar de óculos para ler. Como o post é do ANT, deverá ser ele e não eu (o Peter) o "protector", como escreves.

 
Às 11 dezembro, 2006 09:37 , Blogger Paula Raposo disse...

Gostei, Ant. A foto e as palavras cheias de razão. Beijos.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial