terça-feira, dezembro 5

Livros


“À noite a biblioteca acende ténues brilhos muito fracos quase invisíveis. Chamas secretas envergonhadas começam a deslizar pelo espaço. Dançam poesias medievais e seiscentistas. Cantam histórias de debaixo do mar e um homem gigante que deu à praia com barbas de conchas e coração de menino, já morto mas tão belo que homens e mulheres o amaram na morte, e que trazia na mão o poema de amor de Gabriel. Tecem e destecem e tecem o eterno véu de Penélope e com Penélope esperam a espera de todas as esperas e com Penélope desdenham o banquete dos pretendentes e com Penélope vêem por fim surgir entre as estantes a chama sempre tardia e jamais recusada de Ulisses regressado da luz envolvente de esquecimento e de desejo de Calipso. Acendem-se cantigas de Manuel Alegre que no rio escrevem com doçura os nomes dos amigos mortos sobre as águas. Acendem-se os desejados verdes ciganos de Lorca e ergue-se, vinda do fundo de uma qualquer mesa de leitura, uma sua lua de prata, depois outra lua de prata e uma terceira lua de prata, quatro, cinco, seis, sete luas de prata! E as luas de prata de Lorca a parir incessantemente mais luas de prata iluminam o riso das dálias em frente às quais, sentados num banco de pedra de um livro de arte sacra, esperam na longa vigília da mentira Dom Quixote e Sancho Pança na amizade incondicional que nunca precisou de verdades. Acendem-se outras chamas e outras luas, eventualmente, acendem-se até o sol por fim nascer e as recolher como doces vampiros às páginas de onde saíram. Outro dia. Outra vez. Até que a noite novamente as acenda. Porque tudo sempre regressa e não existe morte capaz de apagar as chamas infinitas dos filhos das estrelas.”

Foto Peter

12 Comentários:

Às 05 dezembro, 2006 17:39 , Blogger Diabba disse...

Tenho k confessar que sou uma diabba duma certa idade... portanto... um nadita vesgarolha!!

Com este post devia ser obrigatório a oferta duma lupa!!

OUVE LÁ, POR ACASO PAGAS MAIS SE A LETRA FOR MAIOR???

Beijo enxofrado

 
Às 05 dezembro, 2006 17:55 , Anonymous Anónimo disse...

excelente texto. foi um prazer ler

(apesar da letra miudinha)

abraços

 
Às 05 dezembro, 2006 20:25 , Blogger Paula Raposo disse...

E os livros perpetuam o movimento! Beijos.

 
Às 05 dezembro, 2006 22:37 , Blogger Peter disse...

Não percebo. A letra do texto é igual à dos outros textos, às dos links, etc e é a que sempre foi.

Tenho que pôr o problema à "bluegift", que ela é que é a técnica. O problema é que ela não vive em Portugal.

Mas ajudem-me por favor: a letra deste texto aparece nos vossos PCs mais pequena que a dos outros?

 
Às 05 dezembro, 2006 22:57 , Blogger Peter disse...

Paula Raposo, vais fechar o teu blog?

 
Às 05 dezembro, 2006 23:44 , Blogger Diabba disse...

Peter... por estranho k pareça... agora todos os teus outros posts estão com letra miudinha... os titulos é k estão com uma letra decente! (e decente para mim é akela que leio sem estar armada em diabba chinesa kos olhos em bico) heheheh

Num te escorregou o dedo pa nenhuma tecla desconhecida nem nada?? (uma tecla encolhedora de letras??)

Isto é coisa do diabbo... ciumento de eu me andar a exibir por outros blogs... hehehehehe

(espalhando enxofre)

 
Às 06 dezembro, 2006 01:23 , Blogger Peter disse...

"diabba", é muito estranho, pois acabei de publicar um "post" e está tudo OK.
Obrigado pelo "alerta". Já mandei um "e-mail" à "blue" para ver o que se passa.

 
Às 06 dezembro, 2006 11:39 , Blogger Menina_marota disse...

Peter, o tamanho da letra não tem nada a ver com o teu Blogue. Tem sim com o blogue de cada um.
Na barra de cima, carregar em VER, abre um quadro e onde diz, Tamanho do Texto, carregar aí e tem várias opções, desde o muito grande ao muito pequeno, é só escolher a opção que se quer.

Um abraço ;)

 
Às 06 dezembro, 2006 14:13 , Blogger António disse...

Olá, Peter!
Este texto tem um estilo que não se parece nada com o que te é habitual.
E assim se prova que podes escrever em vários "tons".
(não vejo nada de especial no tamanho da letra; provavelmente já foi corrigida)
Obrigado pela visita e comentário ao meu post do "The making of...".

Abraço

 
Às 06 dezembro, 2006 22:19 , Blogger Peter disse...

António, o texto não é meu. Podes ver que está entre aspas. Aliás, indico sempre a origem do que escrevo, quando não sou eu o seu autor.
Motivos pessoais levaram-me a não indicar autor/a. Mas podes estar descansado que não foi "roubada".

A foto é minha e admira-me que ninguém se tenha pronunciado pelo seu ineditismo.

Abraço

 
Às 08 dezembro, 2006 17:12 , Blogger Heloisa B.P disse...

"Acendem-se outras chamas e outras luas, eventualmente, acendem-se até o sol por fim nascer e as recolher como doces vampiros às páginas de onde saíram. Outro dia. Outra vez. Até que a noite novamente as acenda. Porque tudo sempre regressa e não existe morte capaz de apagar as chamas infinitas dos filhos das estrelas.”"
************************************
MUITO BONITO, MEU AMIGO*!
_MUITO BONITO!
_Aqui no meu "horizonte", me parece terem todas as "estrelas" feito greve e a escuridao e' total!_E O SILENCIO_!!!

Perdoe-me, andar eu tao "as escuras"!
Pode crer que nao esta' ESQUECIDO, NAO!
Deixo meu ABRACO e meu profundo AGRADECIMENTO por Sua gentil e Amiga Presenca em minha humilde casa!
_Alias, casa essa que tem os "interruptores avariados"!!!!!!
DOCE E GENEROSA *BLUEGIFT* e' que tem andado, por La' ATAREFADISSIMA com os "botoes e os fios"!!!!!
Por ora esta' La' aquela belissima MUSICA que eu ADORO e, *ELA* la' conseguiu colocar!
_O POEMA DO HENRIQUE* se seguir o Link ira' ouvi-LO no meu multiply (por enquanto foi a possibilidade! mas ELA continua LABUTANDO!_BEIJINHO GRATO E AMIGO PARA ESSA LINDA *AMIGA* se Ela por ai' andar, ou vier!..)
FIQUE EM PAZ E SAUDE, PETER!
hei-de Voltar com outro animo.
_Hei-de VOLTAR!
Heloisa
********

 
Às 08 dezembro, 2006 17:14 , Blogger Heloisa B.P disse...

VOLTO PARA LHE DIZER, ou PERGUNTAR:
Chegou a receber a MENSAGEM que Lhe enviei VIA *MULTIPLY*????
_Dois dias atras, salvo erro!

Abraco.

Heloisa
********

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial