terça-feira, outubro 24

Galáxias primitivas

Ao analisarem duas das imagens mais profundas do Universo, obtidas com o auxílio do Hubble, uma equipa de astrónomos descobriu um grupo de galáxias, mais de 500, que se teriam formado quando o Universo tinha menos de mil milhões de anos. Esta descoberta é de uma extrema importância para a compreensão da origem das galáxias pois há apenas uma década a formação de galáxias no Universo jovem era praticamente desconhecida. Os astrónomos nunca tinham sido capazes de observar uma galáxia que tivesse existido quando o Universo tinha “apenas” mil milhões de anos. Agora, a descoberta de 500 destes objectos, representa um passo significativo para os cosmólogos.

As galáxias reveladas pelo Hubble são mais pequenas do que as actuais galáxias gigantes, e com tons bastante azulados.
Este tom azul indica uma formação estelar explosiva. As imagens obtidas aparecem em tons de vermelho devido à tremenda distância a que estes objectos se encontram da Terra, porque a luz azul das suas estrelas jovens levou aproximadamente 13 mil milhões de anos a chegar até nós, e durante essa longa jornada foi desviada para comprimentos de onda na banda do vermelho, devido à expansão do espaço/tempo.

Podem ver na imagem detalhes individuais de algumas destas galáxias:

O facto de se terem descoberto tantas destas “galáxias anãs”, das quais apenas um pequeno número possuía um brilho considerável, é prova de que as galáxias se vão formando através da fusão de galáxias mais pequenas, o que já se pensava.
Estas “galáxias anãs” produziam estrelas numa quantidade 10 vezes superior à das galáxias mais próximas de nós.

Há muito que os astrónomos debatiam se as estrelas mais quentes presentes nestas galáxias iniciais, poderiam ter fornecido radiação suficiente para “reaquecer” o hidrogénio frio que existia entre elas no Universo jovem e que, como sabemos, tem vindo a arrefecer.
A observação destas galáxias, possuidoras de uma formação estelar explosiva, leva a admitir que mil milhões de anos após o Big Bang existiriam galáxias em número suficiente para concluir o “reaquecimento” do Universo.
Estas observações abrem caminho para o estudo de um período de mudanças fundamentais no Universo, na medida em que as galáxias agora observadas teriam sido também responsáveis por essas mudanças.

Em termos de tempo de vida dos humanos, os eventos cósmicos ocorrem muito lentamente, já que a evolução de galáxias e estrelas ocorre ao longo de milhares de milhões de anos. Devido a este facto, os astrónomos raramente testemunham transições dramáticas e relativamente curtas que tenham mudado o Universo. Um destes eventos é o "reaquecimento" deste e que gerado pela luz ultravioleta das estrelas, teria transformado o gás existente entre estas, de uma "sopa" de hidrogénio fria e escura, num plasma quente e transparente em “apenas” algumas centenas de milhões de anos.
Com o auxílio do Hubble, os astrónomos estão a começar a ver que tipos de galáxias serão responsáveis por este fenómeno.

Há apenas alguns anos, os astrónomos não possuíam tecnologia para realizar a detecção de um grande número de galáxias distantes, contudo, a instalação de uma nova câmara no Hubble em 2002 permitiu a sondagem dos cantos mais profundos do Universo.
Uma nova etapa nesta busca será atingida se um novo dispositivo sensível a infravermelhos for instalado neste telescópio. Este dispositivo permitirá a detecção de galáxias que estão tão distantes que a luz proveniente das suas estrelas chega até nós apenas em comprimentos de onda do infravermelho.

A descoberta deste grupo de galáxias pelo Hubble, faz-nos acalentar a esperança de que o seu sucessor, o James Webb Space Telescope, com data de lançamento prevista para 2013, possa ser capaz de observar os recônditos do Universo e espreitar os primeiros objectos a serem formados.

- [texto elaborado a partir de dados colhidos no ASTRONOVAS (OAL)]

Etiquetas:

18 Comentários:

Às 24 outubro, 2006 02:15 , Blogger Ant disse...

Peter, portei-me mal. Mas a verdade é que faz um ano que ando por aqui no éter e enfim...
Mas as coisas que tu sabes meu rapaz. Os teus posts davam uma bela enciclopédia astronómica.

Abraço

Ah, a partir de quinta já sabes,ficas por tua conta... desta vez sou eu que vou estar por fora.
Mas se puder, cá virei assombrar...

 
Às 24 outubro, 2006 10:20 , Blogger Peter disse...

António, não tem a mínima importância. Eu até era para postar só na 4ªf, mas acontece que um companheiro de blogues escreveu um comentário no blog "Klepsidra", (que consta dos n/links em "Augustom") sobre um artigo publicado pelo Augusto e em que não concordava comigo, com o meu comentário. Claro que eu não respondi, pois cada qual é livre de ter as suas opiniões.
Mas ele voltou a insistir correctamente e desta vez o comentário era-me dirigido directamente. Seria indelicadeza da minha parte não lhe responder e fi-lo com um longo texto. Todavia estes assuntos não podem ser tratados em meia dúzia de palavras e achei por bem completar esse meu comentário com este artigo. Daí a razão de ter postado à 3ªf.
Claro que eu não sou nenhum "expert". Tenho lido umas coisas e até é possível que estejam por vezes grandes asneiras naquilo que escrevo. Mas eu estou sempre disposto a aprender.

A minha sorte é que poucas pessoas me leem. LOL

Um abraço e vai lá à tua vida.

 
Às 24 outubro, 2006 12:27 , Blogger Ant disse...

Ora essa, ler leem podem é não estar à vontade para comentar ou simplesmente apenas gosmtam de ler.
Abraço.

 
Às 24 outubro, 2006 17:54 , Blogger Betty Branco Martins disse...

Olá Peter

Aqui estou eu a aprender contigo um pouco mais.

Obrigada por isso:))

Beijinhos
BoaSemana

 
Às 24 outubro, 2006 18:39 , Blogger H. Sousa disse...

Pois, graças ao Augusto encontro o seu excelente blog. E acredito até que a hipótese de expansão e big bang possa ser verdadeira. Mas precisa ser mais bem apoiada na base que a ela conduz. Apenas isso. Estas notícias são muito interessantes, mesmo que não se veja logo a grande novidade que encerram, mas o nosso subconsciente vai colectando informação que pode mais tarde ser útil.
Os meus agradecimentos pela atenção demonstrada, óbvio que numa questão destas não há vencidos nem vencedores, apenas trocamos pontos de vista.
Abraços

 
Às 24 outubro, 2006 19:45 , Blogger Peter disse...

Meu Caro Henrique, obrigado pela sua visita. Gostaria de continuar a trocar impressões consigo a este respeito e acabei de deixar no blog do Augusto uma "achega".
Vou tratar de colocar o seu blog nos n/links.
Abraços

 
Às 24 outubro, 2006 21:12 , Blogger augustoM disse...

Estou muito contente por ver que um salutar debate de ideias, pode levar ao aparecimento da amizade, ou pelo menos ao respeito mútuo do que se defende.
Embora o debate tenha fugido um pouco da ideia inicial, a Vida, vejo com muito gosto como são apresentados os argumentos e o calor com que são defendidos. Como já disse no meu blog, não tenho interferido intencionalmente, guardo para os meus textos essa função. A minha vertente, a filosófica como lhe chamas e com razão, tem um papel fundamental na discussão, quando a física (o homem) não consegue ir mais longe, porque não pode, só a filosofia, liberta dos enunciados, das equações, e das leis estabelecidas, pode ter a veleidade de pensar o que para a física é impensável.
Ainda haverá quem diga que a Blogosfera é uma futilidade?
Um abraço. Augusto

 
Às 24 outubro, 2006 21:51 , Blogger Heloisa B.P disse...

MEU BOM AMIGO PETER,
Caº estou para minha VISITa e, de onde, sempre levo ALGO!... E venho tambem com o proposito de AGRADECER Sua SEMPRE QUERIDA VISITA A minha casita!
Como sei_calculo? que o PETER nao voltaraº laº pelos proximos dias.. pois sabe que regra geral eu levo SECULOS para colocar postagem nova, venho eu AQUI trazer'LHE a mensagem/resposta/AGRADECIMENTO que deixei laº no Heloisa...
AQUI FICA COM MEU ABRACO!
Perdoe ser extensa: jaº me conhece e sabe que sempre me ALONGO!
ABRACO A BLUEGIFT que nao a tenho "visto"_LIDO_!!!!
.............................VOLTAREI, COMO SEMPRE COM PRAZER E ALEGRIA!
................................COPIA:
PETER,
Meu BOM e QUERIDO AMIGO!
Gratissima por Sua visita que como bem sabe sempre me ALEGRA E HONRA!!
Meu livrito e um modesto livrito e, soº existe m folhas de papel, exactamente pela MAO, AMIZADE E GENEROSIDADE, DE MEU AMIGO HENRIQUE! Mas... digo'LHE, que o PETER TEM DE ENTRAR E SAIR, SEMPRE, PELA PORTA PRINCIPALç porque, eº meu AMIGO ,jaº faz uns bons ANITOS... e, sempre sai ENRIQUECIDA COM SUA AMIZADE E PRESENCA_SEMPRE APRENDI COM SEU SABER_ tal, como aprendo,com o SABER de MEU CARISSIMO AMIGO HENRIQUE!_ E...OUTROS_!!!!
.................
E, mesmo, que o HENRIQUE fosse um Homem simples e humilde, sem profissao definida, mas... com PRESONALIDADE E CARACTER BEM DEFINIDOS, EU, FICARIA HONRADA COM SUA AMIZADE E CARINHO, E PRESENCA!_ ASSIM COMO FICO COM A SUA, PETER_!
EM NADA, O PETER, Eº INFERIOR OU SUPERIOR AO HENRIQUE: SAO IGUAIS NA DIFERENCA!_COM Engenheiro, professor, ou escritor ou,,, apenas, com HENRIQUE OU PETER!!!
................................
Perdoe se me alongo, mas NUNCA mais me diga que sai de minha "casa"_humilde, embora_..."pela porta baixa"... porque, e BEM AO ALTO QUE EU O ERGO!!!!!!
_A AMBOS_!!!!alias, tive o PRAZER de ler VOSSAS PALAVRAS Laº no klepsidra, e deixei laº mensagem!!!!!

Meu Abraco Amigo, PETER! E, mais uma vez, GRATA POR SUA VISITA E HONRADA COM ELA!!!!!
Heloisa
................
.................................Releve os erros e os sinais graficos meio fora do contexto porque o meu teclado estaº pior que NUNCA e troca TUDO e, eu tenho o mAU HABITO de nao reler antes de colocar visivel!!!!
_Notei agora alguns erros que nao dei por eles laº no meu blog quando Lhe escrevi a mensagem de RESPOSTA-AGRADECIMENTO!
........................................

 
Às 24 outubro, 2006 21:54 , Blogger Heloisa B.P disse...

Perdoe o "abuso" ccaro Amigo, mas fico agora bem CONTENTE de ver meu muito querido AMIGO HENRIQUE SOUSA AQUI NA SUA CASA_NOSSO CONVERSA DE XAXA_O IV_!!!!
Fica UM ABRACO PARA AMBOS E... extensivo a BLUE.... e ao Ant!!!!!!
TCHAU!!!!!
FIQUEM BEM!
heloisa
(((((((((((

 
Às 24 outubro, 2006 22:28 , Blogger amita I disse...

Mais um dos teus muito interessantes textos sobre astronomia e saio daqui mais rica.
Um bjo

 
Às 24 outubro, 2006 22:34 , Blogger Peter disse...

Heloisa, sinto-me sempre honrado com a sua visita, pois é uma pessoa por quem sempre tenho nutrido consideração e amizade.

Fiquei satisfeito com a publicação do seu livro de versos e vou já começar a fazer aqui a sua propaganda. Ou melhor, vou fazer a sua propaganda no "Peter's", é um blog mais adequado.

 
Às 24 outubro, 2006 22:38 , Blogger Peter disse...

Olá "amita", gostei muito dos versos que publicaste no teu blog.

Quanto a estes escritos sobre Cosmologia, estou sempre com medo de "meter a pata na poça", mas estou certo que a colaboração com o HSousa (está nos links) vai dar fruto.

 
Às 24 outubro, 2006 23:25 , Blogger Peter disse...

Augusto, já coloquei o "hora absurda III" nos n/links. Está em HSousa.

O “universo visível” onde nos integramos vai do infinitamente pequeno, ao infinitamente grande. "Infinito em todas as direcções", como diz o Henrique? Não excluo essa hipótese. Até porque eu tenho umas ideias sobre UNIVERSO – Universo e “universo visível”, bem como sobre a possibilidade de múltiplos e contínuos Big Bangs,
Ideias malucas, esmagadas pelo peso da decisão Nobel, como já tinham sido pela opinião do
Prof. Doutor Paulo Crawford - CAAUL / Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, que deixei ao Henrique no teu blog, como uma “achega”.
Quanto à aproximação da Física Quântica da Religião penso (como ignorante) que é uma opinião não descabida.
Aliás, estas afirmações de Hubert Reeves, cientista por quem nutro uma admiração muito especial, talvez por ter sido com o seu livro “Um pouco mais de azul”, que em 1983 me comecei a interessar por estes assuntos, têm “mexido” comigo:
“O mais extraordinário aos olhos da física contemporânea não é tanto que, por “razões químicas”, a vida tenha aparecido na Terra, mas mais que ela tenha podido aparecer na Terra (ou noutro sítio). É o facto de os electrões e os quarks da papa inicial de há 15.000 milhões de anos terem tido as propriedades necessárias para se poderem associar em proteínas e em cadeias de nucleóticos. É o facto de haver “razões químicas” capazes de dar origem à vida e de lhe permitir continuar a desenvolver-se” (Hubert Reeves)

 
Às 25 outubro, 2006 13:04 , Blogger Heloisa B.P disse...

OBRIGADA, PELA AMIZADE QUE ME E MUITO CARA!!!
E...grata tambem pela "propaganda"!!!
sabe que Adoro o Seu OUTRO e PESSOAL BLOG!!!
Sinto-me "orgulhosa" FELIZ com "propaganda" em TAL ESPACO!!!!
Muito OBRIGADA, CARISSIMO AMIGO!
como sabe, sua visita no Heloisa... nao soº e contentamento, como desejo que ela se faca!!!!
Esta falta dos acentos graficos, deixa-me maluca!!!!!
ABRACO FRATERNO!
Heloisa
.................PS irei agora acesar o PERER'S!
..........................

 
Às 25 outubro, 2006 15:01 , Blogger H. Sousa disse...

Sim, caro amigo, terei todo o gosto em continuar a troca iniciada no blog do Augusto. Agora mesmo vou sair para uma palestra feita por uma colega, sobre o livro de S. Hawking, A Breve História do Tempo. Começo por discordar do título, que devia ser A Interminável História do Tempo. Depois conto...
Saúdo todos os comentadores e, uma vez mais, o postador.

 
Às 25 outubro, 2006 16:12 , Blogger Peter disse...

h.sousa, como sabe foi ele o herdeiro da cadeira ocupada por Newton na Academia e que, desde a morte deste se encontrava vaga.
Já li o livro há muito tempo, pois foi publicado em 1988, mas agora, com ele aqui à minha frente, penso que a partir da pág 160 lhe deve interessar, pois aborda a questão do Big Bang, de que temos vindo a falar, bem como as relações do cientista com a Igreja Católica.

A sua obra: O Universo numa casca de noz", que julgo ser a última, foi para mim de difícil leitura.

P.S.-Já coloquei a foto da capa do livro da Heloisa. Obrigado pela "dica".

 
Às 26 outubro, 2006 21:32 , Blogger H. Sousa disse...

Caro Peter, vou agora fazer um pouco de humor negro sobre esta última (?) obra de Stephen Hawking. O livro d'A Breve História do Tempo é um dos best sellers actuais. Tanto que ele deve estar super-milionário. E Deus dá "nozes, com universos dentro", a quem não tem dentes...
A palestra foi neutra, não pude insurgir-me contra nada nem ninguém, apenas devo felicitar a iniciativa, que espero seja frutuosa. Para quem nunca leu a obra, foi deveras estimulante.

 
Às 27 outubro, 2006 00:00 , Blogger Peter disse...

h.sousa, é altura da leres e eu de a reler.
Mas para além do mundo objectivo da matéria, de que a Ciência se ocupa, existe o mundo subjectivo dos sentimentos, emoções e pensamentos, bem como os valores e as aspirações espirituais baseados neles.
A realidade, incluindo a nossa própria existência, é muito mais complexa do que o que admite o materialismo científico objectivo.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial