sábado, março 25

São duas da manhã

São duas da manhã,
oh! meu amor
e tu dormes.

São duas da manhã
e pressinto-te
e quero-te.

São duas da manhã
e penso:
dormes!

São duas da manhã!
São três da manhã!
São tantos amanhãs.

(A.M.F.)

3 Comentários:

Às 25 março, 2006 14:59 , Blogger Su disse...

..e pressinto e quero.te...

gostei do poema

jocas maradas

 
Às 25 março, 2006 16:27 , Blogger Peter disse...

"su", dá a impressão que se trata de uma pessoa que vive realmente aquilo que escreve e daí o seu interesse.

 
Às 26 março, 2006 22:21 , Blogger Heloisa B.P disse...

_AI...AS MADRUGADAS!!!!!!

BELISSIMO!!!!!
BELISSIMO8, NA SUA SIMPLICIDADE!!!!!!!!!

ABRACO!

Heloisa.
************

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial