terça-feira, março 21

A poesia é celebrada hoje em todo o mundo


Por esse facto e por Ana Hatherly estar presente numa das duas sessões (18h30 e 21h30) que terão lugar na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, publicamos uma sua poesia.

Pensando o tempo

Pensando o tempo
hesitamos
como quem está
diante de um desconhecido e frio mar

Pensar
implica sempre
um certo grau de distorção
uma paralaxe da memória

Com imprecisão
lançamos a nossa rede de ideias
o nosso turbilhão fiável de palavras

Como se o tempo fosse um mar
com suas vagas alisadas pelo vento

(Ana Hatherly)

6 Comentários:

Às 21 março, 2006 19:30 , Blogger Lady disse...

Muito bem escolhido este poema no dia em que estamos, se bem que dias de poesia são todos os dias.
Para mim, que a leio habitualmente, então, ainda mais.
Eu dediquei o dia de hoje ao Fernando Pessoa e é curioso chegar aqui e ver um poema de Ana Hatherly que estará na Casa Fernando Pessoa.

Um resto de bom dia poético para ti Peter

 
Às 21 março, 2006 19:31 , Blogger Lady disse...

Tenho de mudar o nick de novo para Lady, senão não sabem quem sou. eheh

 
Às 21 março, 2006 20:24 , Blogger Su disse...

gostei de ler....

"Pensar/implica sempre/um certo grau de distorção/uma paralaxe da memória"

gostei

jocas maradas

 
Às 21 março, 2006 21:40 , Blogger Peter disse...

"butterfly", eu não sabia de se tratar da mesma pessoa.

A RTP1, no noticiário das 13h00 só relembrou Eugénio de Andrade e Fernando Pessoa, mas há tantos que merecem ser lidos e divulgados.

A propósito:
- Não seria má ideia proporcionar aulas de português às entrevistadoras e se calhar, até aos locutores/as.

 
Às 21 março, 2006 21:42 , Blogger Peter disse...

"su", pensar faz dor de cabeça.

 
Às 22 março, 2006 15:38 , Anonymous Sonia disse...

E por aqui chegou o outono. Isso diz o calendário, pois o calor continua de rachar.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial