domingo, março 19

O sexto sentido da Astronomia

Uma antiga previsão da Física teórica, as “ondas gravitacionais”, está à beira de deixar de ser uma previsão da “teoria da relatividade geral” de Einstein, para passar a ser um instrumento útil no estudo do Universo.

Produzidas pela variação da configuração de objectos massivos, como num movimento rapidamente acelerado do colapso de uma estrela, assemelham-se à radiação electromagnética produzida por cargas eléctricas.

Pelo facto de serem extremamente difíceis de detectar (a “radiação gravitacional” é muito mais fraca que a sua parente electromagnética) nunca foram observadas, mas a confiança da maioria dos cientistas na teoria da relatividade geral (que até agora nunca errou) leva a que se acredite na realidade destas ondas e se continuem a elaborar experiências para a sua detecção.

Hoje em dia a nossa compreensão do cosmos é feita através da radiação electromagnética mas, infelizmente, tal informação não chega para responder a todas as nossas questões, sobretudo às que estão relacionadas com assuntos relativos a “buracos negros” e afins, que não deixam a radiação electromagnética escapar.
Ora as “ondas gravitacionais” encerram informações de grande valor, pois elas atravessam o universo sem sofrer alterações e podem chegar até nós com notícias surpreendentes sobre ”o nascimento de um buraco negro” ou mesmo com revelações sobre o universo, quando encarado como um todo.

Assim, é como se o ser humano pudesse ter “um novo sentido”, sentido esse que lhe permite aperceber-se de tudo aquilo que lhe tinha escapado até agora.

(texto elaborado a partir de elementos retirados do ASTRONOVAS, Boletim Informativo do Observatório Astronómico de Lisboa - Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa)

2 Comentários:

Às 19 março, 2006 04:13 , Blogger Su disse...

os tais textos que adoro ler...
jocas maradas

 
Às 19 março, 2006 10:16 , Blogger Peter disse...

"su", posteriormente verifiquei que já abordara este assunto em Novembro.
As minhas desculpas e um bom Domingo.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial