quinta-feira, novembro 24

Futuro, que futuro?

“Temo o futuro, porque não o diviso. Temo o presente, por se tratar de um verdadeiro pesadelo.Temo um amanhã que nunca acontecerá, porque uma raça de políticos incompetentes, não acautela o presente e hipoteca um futuro que pelo que nos é dado verificar nunca acontecerá.”

(Jornal “Voz das Beiras”- edição de 23-11-2005 – Editorial - A. Pinto Correia)

10 Comentários:

Às 24 novembro, 2005 15:44 , Blogger elsaaaaa disse...

Zézinho, Zézinho!!!!!!presumes mal! Uma mulher nunca será para afundar!rssss!
Quanto ao post de hoje, culpo apenas a hipócrisia do ser humano, que se farta de queixar mas quando tem um voto na mão não o sabe utilizar, ou nem vota! Greeeeeeeeee.
Fica bemmmmmmmmmmmm

 
Às 24 novembro, 2005 16:00 , Blogger Peter disse...

?

 
Às 24 novembro, 2005 16:32 , Blogger Micas disse...

A Elsaaaa tem toda a razão. Fala-se muito mas tudo se resume a isso mesmo...é urgente mudar mentalidades.

 
Às 24 novembro, 2005 19:10 , Blogger stillforty disse...

Conheço políticos honestos, são aqueles que por mais que tentem não conseguem ser ouvidos pela maioria...

Se escutassem com atenção o que dizem talvez mudassem as mentalidades. Talvez tivessemos um futuro e um amanhã

 
Às 24 novembro, 2005 19:39 , Blogger peciscas disse...

Não nos podemos deixar abater!

 
Às 24 novembro, 2005 22:51 , Blogger Lumife disse...

É uma luta de todos os dias e de sempre esta de se saber o que nos trará o futuro. Sempre assim foi e por certo continuará a ser. Há políticos bons e maus como há jornalistas bons e maus. Como diz Peciscas não nos deixemos abater e continuemos na luta.

Bom fim de semana.

 
Às 24 novembro, 2005 23:26 , Anonymous Maria do Céu Costa disse...

Um frase forte e bem direccionada. Beijinhos.

 
Às 24 novembro, 2005 23:36 , Blogger lique disse...

Bem analisado. Creio que faz eco do sentimento de muitos, hoje em dia. Mas há que acreditar em algo e agir. É a única solução.
Beijos

 
Às 25 novembro, 2005 00:30 , Blogger Betty Branco Martins disse...

Li o artigo. Parabéns Zé!

Era bom que "algumas" pessoas o lessem e que se mexessem de incomodo nas cadeiras onde estão sentados.

Citando-te:

"Aos poderosos, o meu desdém. Também eles sucumbirão ao colapso do tempo e das políticas que têm conduzido. Salvar-se-á o que temos de melhor: nós mesmos, os desfavorecidos, aqueles e aquelas que ainda acreditam que cumprir Portugal é possível".

Eu ainda acredito!!!

Beijinhos

 
Às 25 novembro, 2005 10:01 , Blogger Pdivulg disse...

Puxa tanto negativismo... Tenhamos um pouquito de Fé, há de haver uma luzinha no fundo do túnel

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial