quarta-feira, maio 15

Depósitos bancários

A Troika sempre aceitou que todas as medidas são ocionais desde que o montante final a pagar seja de 4.800 milhões de Euros. Portanto, a garantia dada por Vitor Gaspar “que os depósitos bancários abaixo de 100 mil € só em último recurso serão afetados”, entra-me por um ouvido e sai-me pelo outro. Estamos na fase do ”fiquem descansados que só em última instância acontece”, mas ninguém nos garante que não possa acontecer. Também não se referem à CGD e esta , tal como a TSU das pensões, seguirá o mesmo caminho de “ultima instância”. A Troika quer é a massa, venha de onde vier.

É como no futebol: “ o que é verdade hoje, pode não ser amanhã”.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial