segunda-feira, agosto 24

De facto há pessoas com uma imaginação fora de série.

Escolham a letra WINGDINGS (Não é o Wingdings 2 nem 3, apenas Wingdings. O 1º que aparece). Aumentem a letra para 72.

Com elas, escrevam no Word o seguinte, em maiúsculas: Q33 NY (Q33 é o Quartel 33 dos bombeiros que foram os primeiros a chegar ás torres gémeas no dia 11 Set em NovaYork).

E como é que o Bill Gates vai explicar isto?

Passem-se…

9 Comentários:

Às 24 agosto, 2009 23:04 , Blogger Meg disse...

Peter,

E cá estou eu, a fiel das segundas feiras, que afinal passam a ser em qualquer outro dia da semana... acho que o calor está a provocar efeitos secundários. A mim, claro!
Não tenho cabeça para o Bill Gates, sorri com os alentejanos... em Setembro estarei melhor.

Um abraço sem férias

 
Às 25 agosto, 2009 13:53 , Blogger antonio - o implume disse...

Eu cá não digo nada! Brrr...

 
Às 25 agosto, 2009 17:39 , Blogger alf disse...

Eheh, conheço várias do 11 de Setembro mas esta ainda não conhecia.

Estas coisas servem para termos presente como é fácil obter coincidências que não significam nada.

As «coincidências» nunca o são quando nos surgem relativas a fenómenos relacionados (por exemplo, a taxa de afastamento da Lua ser o dobro da constante de Hubble) e são-no sempre quando relativas a fenómenos independentes. O problema é que depois fica a dúvida: será que os fenómenos são mesmo independentes? Estes casos servem para mostrar como é fácil contruir coincidências e que não podemos concluir, a partir delas, que haja relação entre os fenómenos apesar da forte sugestão que elas nos geram.

 
Às 25 agosto, 2009 21:58 , Blogger Peter disse...

alf

"Estas coisas servem para termos presente como é fácil obter coincidências que não significam nada."

Para mim não é fácil e gabo a pachorra a quem deve perder horas a descobrir estas "minhoquices".

Recebeste o pps que te enviei sobre o gato e as cartas?

Como o explicas?

 
Às 25 agosto, 2009 22:19 , Blogger heretico disse...

abraço...

 
Às 26 agosto, 2009 09:24 , Blogger vbm disse...

As coincidências de fenómenos não relacionados entre si aparentam-se ao acaso, enquanto efeito resultante do cruzamento de séries causais independentes, como o definia Cournot.

Já a superstição gerada pelas coincidências é o inverso do instinto de sobrevivência o qual, pela repetição, nos ensina a distinguir entre a causalidade e a mera casualidade.

E, como dizia Quine, aqueles que requerem um número exagerado de repetições para alcançar tal distinção, esses têm a tendência, lamentável, mas natural, de morrer antes de chegar à idade da procriação...

:)

 
Às 27 agosto, 2009 16:27 , Blogger vbm disse...

Uma minha sobrinha de passagem cá pela minha casa descobriu logo o truque do gato das cartas. Eu, parvo, fiquei só admirado. A 'magia' está sensacional! Tento consolar-me com a ideia que, mais tarde do que mais cedo, acabaria também por descobrir... :) Bem gostava de transferir aquele pps para o You Tube ou para o vídeo, mas não sei fazê-lo.

 
Às 28 agosto, 2009 19:35 , Blogger alf disse...

peter

não, não recebi o pps sobre o gato e as cartas. Manda de novo por favor, que eu sou mais curioso que um gato...

 
Às 01 setembro, 2009 00:30 , Blogger Peter disse...

alf

Vou mandar. A Meg já descobriu como o truque funciona.

Ando com falta de tempo para navegar na Net.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial