segunda-feira, agosto 17

Quero ir para Portugal

Uma comitiva do Parlamento Europeu a convite de Sócrates e da sua Ministra Lurdinhas, visitam uma escola modelo no nosso País maravilha.
Numa sala da primária cheia de jornalistas a ensaiada professora com ambição a uma futura boa avaliação, pergunta aos alunos:
- Onde temos a melhor escola?
- Aqui em Portugal. - Respondem todos.
- Onde temos o Magalhães, o melhor portátil do mundo?
- Em Portugal. - Respondem.
- E onde há os melhores recreios da Europa?
- Aqui em Portugal. - Respondem mais uma vez.
- E onde existem as melhores cantinas, que servem as melhores sobremesas?
- Na nossa Escola, aqui em Portugal!

A professora ainda insaciada, continua:
- Onde é que vivem as crianças mais felizes do mundo?
- Em Portugal! - Respondem os alunos com a lição bem estudada.

Os tradutores lá iam informando a comitiva estrangeira que abanava a cabeça, cépticos.
Nisto uma garota no fundo da sala começa a chorar baixinho.
Com as televisões em directo, Sócrates, para impressionar convidados e jornalistas, pondo-se a jeito para as câmaras, resolve acudir à menina perguntando-lhe:
- Que tens minha Menina?
Resposta imediata da menina, soluçando:

- QUERO IR PARA PORTUGAL!!!!!!!!

12 Comentários:

Às 17 agosto, 2009 15:31 , Blogger alf disse...

haha... belíssima piada! muito subtil!

 
Às 17 agosto, 2009 16:07 , Blogger Meg disse...

Ahahahaha...ahahahahahahahah....ahahahahahah!!!
Finalmente 2ªfeira, mas...

PORQUE É QUE NA MINHA LISTA DE BLOGS O CONVERSAS NÃO APARECE ACTUALIZADO?????

Olha se eu não passasse por cá!!

Um abraço

 
Às 17 agosto, 2009 17:17 , Blogger Peter disse...

alf

Então a "Lei da Evanescência" está parada?
É natural, estamos em férias.

Abraço

 
Às 17 agosto, 2009 17:21 , Blogger Peter disse...

Meg

Já verificaste o endereço que tens nos links?

http://conversasdexaxa4.blogspot.com

Boa semana

 
Às 17 agosto, 2009 17:31 , Blogger lusitano disse...

E eu também!!!

E quero para lá levar os meus filhos!!!!

Abraço amigo

 
Às 17 agosto, 2009 22:08 , Blogger antonio - o implume disse...

Muito boa mesmo!

 
Às 18 agosto, 2009 06:47 , Anonymous Anónimo disse...

Já agora, qual é o país que tem todos esses atributos?

 
Às 18 agosto, 2009 14:24 , Blogger Peter disse...

Anónimo

Portugal é que não é.

 
Às 18 agosto, 2009 17:19 , Blogger alf disse...

Peter

Obrigado pelo interesse. Não se trata de férias -serão em Setembro - mas exactamente do contrário. E talvez tenha mesmo de fazer uma pausa no «outrafísica»... é que me estou a aproximar de assuntos muito controversos e será prematuro abordá-los agora.

Que essas férias continuem a ser fonte de humor inspirado!

 
Às 18 agosto, 2009 19:22 , Blogger vbm disse...

Estou com curiosidade nessa lei da evanescência... :) É que a bem dizer, tudo me parece obedecer a tal lei! De modo que, a ser assim será impossível defini-la, pois conter-se-ia a si própria na definição! :) Ou, de outro modo, a haver tal lei, algo não evanesceria, justamente, a «lei da evanescência»... Bem, de facto, estou a tomar a ideia de «evanescência» como de «imanência» que, de facto, limita-se a ser o que é, o devir imperscrutável do universo.

 
Às 18 agosto, 2009 23:02 , Blogger Peter disse...

vbm

O "alf" vai responder-te. Claro que eu tb estou particularmente interessado, até porque como ele diz:
"é que me estou a aproximar de assuntos muito controversos e será prematuro abordá-los agora".

Talvez 5ªF coloque um "post" sobre o que falas: "o devir imperscrutável do universo".

 
Às 20 agosto, 2009 23:56 , Blogger alf disse...

vbm

A matéria «evanesce».. «desvanesce»... a matéria não é mais do que uma perturbação de um meio a que chamamos «espaço» e vai se expandindo naquilo que chamamos «campo», que também de desvanece rsrsrs.

Já pensou que o campo gravítico de uma partícula se expande indefinidamente? O que é que «alimenta» essa expansão do campo? Como pode uma coisa crescer indefinidamente sem que outra diminua? Dimnui a partícula fonte do campo, cresce o campo.

E as suas consequências são fáceis de determinar e de observar; uma delas é logo o desvio espectral para o vermelho dos astros... outra é o passado quente da Terra e de Marte... outra é o afastamento da Lua... são tantas... o que é espantoso é como ninguém ainda percebeu, como se pode pensar que o espaço expande uniforme e isotropicamente em todas as direcções, e não pensar que somos nós, e toda a matéria, que estamos a diminuir... é como pensar que o universo inteiro roda à nossa volta em 24h em vez de pensar que somos nós que rodamos...

o devir imprescrutável do universo é um tema irresistível! Força Peter!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial