sexta-feira, junho 29

Mykonos

Ao contrário de Santorini, cujas origens vulcânicas se têm como bastante certas, pouco ou nada se sabe sobre as origens de Mykonos.
Segundo os historiadores, a ilha teria sido colonizada pelos jónicos, mas foram os atenienses quem a explorou mais intensamente. Os poucos habitantes que ficaram depois da dominação helénica, conheceram um breve momento de prosperidade sob o domínio romano. Desde a época bizantina, Mykonos desapareceu literalmente dos anais até finais do sec XVIII, altura em que se converteu numa das ilhas mais poderosas e influentes do arquipélago das Cíclades, graças a uma grande frota mercantil devidamente protegida por uma eficiente armada. Este período duraria até 1821.
Desde há cerca de 40 anos, os habitantes da ilha descobriram as suas potencialidades turísticas e hoje em dia é esse o maior recurso económico da ilha. Durante o período estival, os seus 5 mil habitantes convertem-se num número 10 a 15 vezes superior.
Juntamente com Santorini será talvez a ilha mais fascinante do arquipélago.
A foto é do pequeno porto de Tourlos.


(Foto Peter)

8 Comentários:

Às 29 junho, 2007 13:52 , Blogger Papoila disse...

As fotos e os artigos sobre as ilhas gregas são repousantes.
Beijos

 
Às 29 junho, 2007 15:04 , Blogger amita I disse...

Queridos amigos Peter&Cia
As minhas sinceras desculpas pela aus�ncia a que sou obrigada.
Sempre que entro num blog, como o vosso que muito gosto de ler, ou em outros de amigos que muito prezo, sou interrompida pelo trabalho a que me dedico (n�o me refiro a poesia), e saio de casa desatinada para cumprir o que me solicitam. N�o � f�cil mas nem sempre somos senhores da nossa vida.
O meu tempo torna-se cada vez mais escasso para as minhas deambula�es pelos blogues que tanto amo ler, para acompanhar quem gentilmente me visita e me deixa lindas palavras e, inclusiv� para publicar os poemas que, entretanto, vou fazendo.
Desculpem falar disto tudo sem vos ler, mas n�o sei o que o futuro a longo ou breve prazo me reserva embora o preveja... O agradecimento ao "desafio" n�o ficou esquecido apesar de estar fora de prazo :).
Passo para vos deixar um grande e carinhoso abra�o (sempre em correria) pois mais trabalho me espera.
A vossa amiga que ultrapassa a virtualidade e que sente...
Amita

 
Às 29 junho, 2007 18:13 , Blogger herético disse...

de abrir o apetite...

abraços

 
Às 29 junho, 2007 18:16 , Blogger herético disse...

em tempo: espero que ficasse devidamente esclarecido o meu comentário sobre a Ota...

abraço

 
Às 29 junho, 2007 22:43 , Blogger Nilson Barcelli disse...

Qualquer uma dessas ilhas é lindíssima, pricipalmente quando se percorre as ruas do seu interior.
Bom fim-de-semana.
Abraço.

 
Às 30 junho, 2007 08:47 , Blogger Peter disse...

"herético"

Claro que sim, meu caro amigo, entre nós não pode haver mal-entendidos.

Abraço

 
Às 30 junho, 2007 08:50 , Blogger Peter disse...

Nilson

A cidade é uma espécie de Albufeira, muita gente, muita confusão, mas o interior, especialmente os moinhos, é muito interessante.

Abraço

 
Às 30 junho, 2007 11:13 , Blogger Peter disse...

"Amita", amiga, compreendo os teus problemas e afazeres.
Infelizmente, por vezes temos de tomar decisões que não são do nosso agrado, nem do agrado dos outros.
"É a vida", como diria Guterres, de triste memória.
Desejo-te as maiores felicidades e só te peço que mantenhas o blog onde, pelo menos, com certeza arranjarás tempo para "postar" nem que seja só um poema por mês.

Com a amizade do,
Peter

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial