quarta-feira, agosto 24

CARTA DE UM EMIGRANTE MOÇAMBICANO NA FLORIDA/EUA, PARA O SEU IRMÃO EM MAPUTO

Mano Jossias, como se vê, as árvores não te deixam ver a floresta.

Como podes clamar-te pobre, e pedires o meu apoio para a compra da casa, quando és capaz de pagar por uma cerveja quase 1 dólar, mais do dobro do que pago eu, e na nossa terra o consumo per-capita de cerveja é o dobro daqui.
Quando te dás ao luxo de pagar tarifas de telefone fixo ou celular, cerca do dobro do que me custam a mim, e ainda por cima permites que essas mesmas tarifas sejam aumentadas sem sequer te avisarem?
Ou quando tu compras uma viatura por US$ 25.000,00, que a mim não me custa mais do que US$ 12.000,00, completa de extras que me permitem viajar a todo o lado em segurança e conforto. Repara bem que só pelos extras que uma viatura vendida aqui tem de série, tu pagas aí mais do que eu compro aqui a viatura toda.

EU NÃO TE ENTENDO!!!

E a gasolina. Sabes quanto pago por litro. US$ 0,36. Quanto pagas tu? Mais de US$ 0,50. AINDA VIAJAS, MANO?
Quando tu queres comprar casa quanto te custa? Falaste em US$ 120.000. E se fores ao Banco pedir financiamento, pagas 10 casas iguais em 15 anos, ao juro anual de 45%. Sabes quanto me custa a mim? Menos de USD 25.000. E posso pagar nos mesmos 15 anos a juros inferiores a 3%.

ÉS UM HOMEM RICO, IRMÃO!!!

Pobres somos nós, os emigrantes que vivemos na Florida, já que o Governo do Estado, tendo em conta a nossa situação financeira, que é precária, nos cobra somente 2,5% de imposto (há outro de 4% que é Federal), o que totaliza 6,5% de impostos ao consumidor final (IVA), e não 17% que pagas, aí, de IVA, por exemplo pela água e pela farinha.
Sabes quanto pago de seguro saúde familiar e reforma? 10% anual do meu salário.

Quanto pagas tu de segurança social? 7%. E Imposto de Rendimento? Mais 10%.
A diferença até não é grande. Mas sabes que ainda o ano passado a Tina teve os gémeos num hospital que mais parecia um hotel e quanto paguei? ZERO.

Quanto te custa a ti um parto numa qualquer clínica? Mais de US$ 1.500. A alternativa é aquele pardieiro a que chamam hospital que depois de pagares mais de US$ 250 num quarto "especial" por um parto mal assistido, com alimentação á tua conta e 5 dias de internamento, ainda te mandam embora com a mulher e o filho cheios de malária ou outras infecções.

E a tua reforma? Já fizeste os planos de como vais viver quando te reformares e receberes mensalmente menos de US$ 40? Como morreu o Papá, depois de 6 anos á espera de uma reforma que nunca chegou e que acabou por matá-lo? E os quase 40 anos de trabalho dele nos CFM, contaram para quê?
Sabes quanto recebo eu, de cada vez que por doença justificada tenho de faltar ao trabalho. US$ 150 por dia. E daqui a 15 anos quando me reformar?
Mais de US$ 5.000 mensais até morrer ou então a totalidade dos meus descontos ao longo da vida, acrescidos de 100%, de uma única vez. Então de que servem os teus descontos, mano?

ÉS DECERTO MUITO RICO PARA ESBANJARES DINHEIRO ASSIM!!!

Um País que quase não tem indústria, como é capaz de cobrar ás empresas uma contribuição industrial de 35%, como aí na nossa terra, e, ainda por cima,querem que pague adiantado. De facto, só sendo ricos é que se justificaria pagar um imposto desse calibre.

Necessariamente, têm que nadar em abundância, aí em Moçambique. És pobre porque ganhas US$ 200 por mês.

Pobres somos nós que não pagamos tantos impostos e ganhamos US$ 3.000,00.
Somos tão pobres, aqui nos EUA, que as escolas públicas emprestam os livros de estudo aos nossos filhos, prevendo que não tenhamos com que comprá-los, enquanto tú gastas por ano nos mesmos livros, dos 3 miúdos, mais que o teu salário de um mês inteiro.

Às vezes, fico, até, com inveja, pensando que, quando em Moçambique se pede um empréstimo, os bancos são capazes de cobrar mais de 45% de juro, ao ano.

PAGAR ISSO É SER RICO!!!

Não como aqui que chegamos a pagar menos de 4% de juro ao ano, justamente porque não estamos em condições de pagar mais do que isso.

Tu aí em Maputo, de cada vez que te queres deslocar á Matola, pagas de transporte ida e volta mais de US$ 0,70, arriscas a vida em carros que mal servem para transportar gado, enquanto eu, porque sou emigrante pobre, por cerca de US$ 10 mês, tenho direito a um título que me permite deslocar dentro do Estado da Florida para qualquer local, sem pagar mais um cêntimo, e na maior das comodidades.

Aí, pagas US$ 20,00 a US$ 25 por uma refeição, num restaurante qualquer com direito a vinho, mesa e toalha, enquanto que eu não pago mais de US$10,00 e o vinho vem do mesmo local de onde vem o teu.

E na maioria das vezes nem direito tens de reclamar quando a comida te provoca desarranjo intestinal, enquanto eu nesse caso, imediatamente pediria uma indemnização ao restaurante que chegava para viver o resto da vida sem problemas. E rapidamente a questão seria resolvida.

Por uma noite num hotel, aí pagas de US$ 80,00 a US$ 150,00, enquanto que, aqui, não pago mais de US$ 50.00. E sou tratado como um igual, enquanto tu, porque és negro, és quase empurrado porta fora, e na tua terra.

Por último, parece que mais de 80% da população activa, aí na nossa terra, está desempregada, enquanto que, aqui, só 4% estão na mesma situação. Não te parece que, viver sem trabalhar, é um luxo que só os ricos podem ter? E, nesse caso, não haveria em Moçambique 30 vezes mais ricos do que aqui? Faz as contas mano.

Quem é rico e quem é pobre? Se conseguires responder-me a isto de forma convincente, falarei á Tina na possibilidade de te ajudar, apesar de sinceramente me parecer que não precisas.

Um grande abraço do mano Jeremias

NOTA:
- Será Moçambique, ou Portugal?
- Será Matola, ou Lisboa?

13 Comentários:

Às 24 agosto, 2005 01:40 , Blogger amita disse...

Gostei especialmente das interrogações na "nota".Um óptimo dia para todos.

 
Às 24 agosto, 2005 02:50 , Blogger Peter disse...

amita, nas interrogações é que está a "piada" ...

 
Às 24 agosto, 2005 08:24 , Blogger LetrasaoAcaso disse...

Parece-me o retrato de um país que conheço...

 
Às 24 agosto, 2005 08:28 , Blogger Peter disse...

letrasaoacaso,também me parece ...

 
Às 24 agosto, 2005 12:51 , Blogger bluegift disse...

É por estas e por outras que tão cedo não volto... 'cansei', como dizem os brasileiros.

 
Às 24 agosto, 2005 14:01 , Blogger mfc disse...

As diferenças de latitudes não esbatem as semelhanças.

 
Às 24 agosto, 2005 14:48 , Anonymous Anónimo disse...

nice little blog you have here, if you'd like a look at my satellite tv systems related site, feel free...if you like
satellite tv systems stuff that is....

 
Às 24 agosto, 2005 15:09 , Anonymous Anónimo disse...

You really have some interesting stuff on your site. keep at it.

xenical

 
Às 24 agosto, 2005 15:55 , Blogger persephone disse...

Peter boa viagem e não tens que agradecer nada, pois venho aqui porque gosto dos artigos.

Um abraço

P.S. Não comento este post, acho que tudo foi dito.
:)

Rose

 
Às 24 agosto, 2005 16:21 , Blogger Peter disse...

Rose, és um amor :-)

 
Às 24 agosto, 2005 20:30 , Blogger persephone disse...

Ora essa, Peter.:)

Boa noite

 
Às 24 agosto, 2005 23:28 , Blogger Grilinha disse...

Estou neste país??!!! parece que sim.

 
Às 25 agosto, 2005 08:33 , Blogger Peter disse...

grilinha, ai estás, estás ...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial