terça-feira, agosto 23

Períodos de reconstrução e regeneração

CASA - 4 anos, no máximo, incluindo plantas, licenças e empréstimos bancários.

EUCALIPTAL - Cerca de 40 anos.

PINHAL - Cerca de 70 anos.

SOLO - 7 a 8.000 anos de regeneração, uma vez que, depois dos incêndios, se seguirá a erosão da camada superficial, provocada pelos ventos e chuvas.

12 Comentários:

Às 23 agosto, 2005 11:30 , Blogger bluegift disse...

A água das fontes já não vai ter a mesma qualidade nem sabor.
Mas o que me preocupa mais é a vegetação selvagem, a urze e outras plantas, que dão ao campo aquele odor inebriante que tanto caracteriza as regiões do sul e do interior norte. A menos que haja uma replantação intensiva deste tipo de vegetação(a não ser devorada pelo gado e rebanhos...), iremos perder um dos principais encantos do nosso país.

 
Às 23 agosto, 2005 11:36 , Blogger bluegift disse...

Peter, li o artigo que me enviaste. Já o conhecia e acho que o reenviei há algum tempo. Não tenho qualquer dúvida acerca dos inúmeros propósitos do crime económico subjacentes a estes fogos. Apenas estão a aproveitar os efeitos da seca para se livrarem de suspeitas.
A desgraça de uns irá engordar a riqueza de outros.

 
Às 23 agosto, 2005 12:48 , Blogger Peter disse...

bluegift, se a erosão acabar por destruir a camada superficial, não haverá vegetação selvagem, nem urze, nem nada. Seremos a continuação de Marrocos. Aliás "camelos" já cá há muitos!

 
Às 23 agosto, 2005 13:55 , Blogger bluegift disse...

Espero que não Peter, espero bem que chova e que o danificação dos terrenos não tenha sido tão profunda.

 
Às 23 agosto, 2005 17:19 , Blogger persephone disse...

é.. Mas no entanto continuamos a por o lixinho no chão .. As pessoas deixaram de ser pessoas São animais indisciplinados e selvagens.. Até quando?

 
Às 23 agosto, 2005 18:34 , Blogger mfc disse...

Não sabia que a recuperação dos solos seria tão looooonga!
È sempre bom aprender.

 
Às 23 agosto, 2005 22:06 , Blogger Peter disse...

persephone,penso que as autarquias têm também uma grande responsabilidade: deviam obrigar os proprietários rurais e urbanos a limpar o terreno, como está legislado. Quem o não fizesse, a autarquia procedia à limpeza (utilizando pessoal que está a receber fundo de desemprego) e cobrava as despesas aos proprietários. Não o faz, para não desagradar aos votantes.

 
Às 23 agosto, 2005 22:07 , Blogger Peter disse...

mfc, foi dito no noticiário das 09.00h AM de hoje, por um Prof Univ na RTP1.

 
Às 23 agosto, 2005 22:32 , Blogger persephone disse...

Peter, concordo com o teu pensamento.

Acho que não posso dizer mais nada. Um minuto a mais aqui a navegar é um minuto perdido para centenas de pessoas nos fogos. Vou dar o meu contributo.

Um abraço

 
Às 24 agosto, 2005 02:59 , Blogger Peter disse...

persephone, nós acabamos por estar sempre de acordo ...

 
Às 24 agosto, 2005 08:28 , Blogger LetrasaoAcaso disse...

Dificilmente recuperaremos o que se tem perdido. Acredito mesmo que em muitos casos, para o ano, já hajam habitações naquilo que já foi floresta. Sobretudo na zona limitrofe de Coimbra.

 
Às 24 agosto, 2005 08:35 , Blogger Peter disse...

letrasaoacaso,estou plenamente de acordo contigo. "Patos-bravos" e betão armado dominam actualmente a paisagem portuguesa, sob uma atitude complacente (só?) de certos autarcas.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial