segunda-feira, agosto 1

Búzio de Ti em Mim



Em mais um crepúsculo
O mar chama por mim
Enterro os dedos na areia morna
Do sol que já se despede
Em tons laranja, vermelho e violeta.
As ondas vêm depositar lágrimas
De vidas perdidas
Aos pés de quem perde o que já não tem.
Pego no búzio adormecido
Colo-o ao ouvido
Na esperança de ouvir a tua voz.
Sopro nele o mel que ainda escorre dos lábios
Depois do último beijo
Solto em sonhos de azul.
Do seu interior ouço a vastidão
De um oceano de ilusões desiludidas.
Rendo-me ao que sou
E tenho
Enrolo-me em mim
Num abraço que poderia ser teu
Na ânsia do preenchimento de vazios
Que tu mesmo pintaste a aguarela.
No meio dos seios, o búzio
Frio, mudo.
E enquanto a alma se aquieta
Irrequieta, inquieta,
O mar vai e vem
Em uivares de vento salgados.
E na brisa exótica
Viajante em mim
Solta-se o véu límpido e sereno
Da permanência do que não fui.
Agora, apenas fico.
Corpo hirto
Açoitado pelos ventos de maré
Rosto sem vida
Do sorriso moldado que perdeu.
Nas mãos, o búzio.

Anjo do Sol


5 Comentários:

Às 01 agosto, 2005 14:29 , Blogger Aroha disse...

Senti o mar aqui pertinho de mim

belissimo, para nao variar:)
**

 
Às 01 agosto, 2005 17:11 , Blogger Miguel Nobre disse...

Muito bom o blog

 
Às 02 agosto, 2005 02:08 , Blogger BlueShell disse...

os meus comentários não ficaram....

 
Às 02 agosto, 2005 02:22 , Blogger Anjo Do Sol disse...

Blue, os teus comentários não ficaram? Que se passou?
Acho que eles andam esquisitos, porque nem sempre se vêem na página principal e só se vêem depois de entrar na página do post.

Bjitos a todos

 
Às 24 agosto, 2006 23:03 , Anonymous Anónimo disse...

Excellent, love it!
English computer webcams

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial