sexta-feira, agosto 9

CORTES NAS PENSÕES DE SOBREVIVÊNCIA


A Função Pública vai ter cortes que chegam aos 10% nas pensões dos seus antigos trabalhadores, “os servos da gleba”.
São intocáveis:

- as subvenções dos políticos (coitados, trabalham tanto);
- os trabalhadores ou reformados do BdP, bem como os antigos trabalhadores da CGD;

- magistrados e diplomatas;
- ficam de fora as subvenções políticas a que antigos titulares de cargos públicos com mais de 12 anos na Assembleia ou membros do Governo até 2005 têm direito.

……………………………..

Meu caro Rodrigo Salgueiro, que eu não conheço, mas a quem peço a permissão de transcrever parte da sua carta hoje publicada na imprensa diária:

“Só haverá uma forma de fazer ver a quem manda que é ridículo reduzir o que quer que seja a quem já ultrapassou o limite da decência e sobrevive a rondar a mendicidade: pôr esses governantes a viver durante seis meses com os tais 300€ que eles creem ser passível de redução. Se conseguirem sobreviver, então sim, terão toda a razão.”

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial