segunda-feira, maio 15

Mundo da Tribo


O som ecoa em batidas fortes, os corpos balançam sensuais, roçam-se eróticos na busca de encontros breves e intensos, ilusórios, efémeros.
E a tribo brada para além do espaço exíguo para o desejo emoldurado em aromas e cores e luzes alucinantes num ritual repetido e minimal.
Então, encostei o meu rosto no teu rosto, abracei-te o corpo suado num rodopiar vertiginoso em que nos perdemos, esquecendo que o mundo gira, ali, ao mesmo ritmo de outros sons,de outras vidas.

7 Comentários:

Às 15 maio, 2006 15:49 , Blogger MARTA disse...

Uau! Muy caliente, Ant!
Gostei.
Um abraço
Marta

 
Às 15 maio, 2006 19:06 , Blogger {-Sutra-} disse...

Não gosto de passar sem comentar o texto, mas hoje é só mesmo o convite para o festejo de aniversário do meu site, porque não dá mesmo tempo para mais.

Beijo doce

 
Às 15 maio, 2006 21:51 , Blogger Su disse...

gostei da dança....do abraço, do cheiro, do rodopio....
jocas maradas

 
Às 16 maio, 2006 01:03 , Blogger lazuli disse...

Ser ou não ser de ninguém...Eis a questão. No momento de cantar todos enchem o peito nas discotecas e bares, levantam os braços, sorriem e disparam: "eu sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo é meu também".
No entanto, passado o efeito do copito com energético e dos beijos sem compromisso, os adeptos da geração "tribalista" dirigem-se aos consultórios terapêuticos, ou alugam os ouvidos do amigo mais próximo e reclamam a solidão, ausência de interesse das pessoas, descaso e rejeição.A maioria não quer ser de ninguém, mas quer que alguém seja seu.
Beijar na boca é bom? Alguém duvida? Manterem-se sem compromisso, viver rodeado de amigos em noitadas animadíssimas é bom? Tenho as minhas dúvidas...Mas porque reclamam depois? Será que os grupos tribalistas se esqueceram da velha lição ensinada no colégio, que diz que "toda a acção tem uma reacção"? Agir como tribalista tem consequências, boas e más, como tudo na vida. Não dá, infelizmente, para ficar somente com a cereja do bolo? Beijar, "namorar" e não ser de ninguém...
Será bom?

Beijos, Ant

 
Às 16 maio, 2006 17:02 , Blogger Heloisa B.P disse...

"num rodopiar vertiginoso em que nos perdemos, esquecendo que o mundo gira, ali, ao mesmo ritmo de outros sons,de outras vidas."
***********************BELISSIMO FINAL!!
Alias, tenho lido SEU BLOG* e, ja' me apercebi que escreve de MODO EXCELENTE, seja qual for o TEMA que me foi dado ler!
SAUDACOES CORDIAIS!
Heloisa.
************

 
Às 16 maio, 2006 18:24 , Anonymous Lúcia disse...

quente, sensual e bonito

gostei**

Lúcia

 
Às 18 maio, 2006 12:43 , Blogger amita I disse...

Bom dia Ant. Já por aqui tinha passado, sem rasto. É a eterna correria, sorry. Felicito-te pelo texto que demonstra uma visão acutilante (não me sai outra palavra :)) do "Mundo da Tribo. Gostei muito de te ler. Voltarei mais tarde para me actualizar. lol Um bjo e uma flor

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial