quinta-feira, agosto 16

O acordo ortográfico


“Acordo”, mas qual acordo? Dos 8 países que falam a língua portuguesa só 3 o ratificaram.
“Minha pátria é a língua portuguesa” escreveu Fernando Pessoa.

Vasco Graça Moura, director do CCB, veio a público afirmar que não o utilizará.
Miguel Sousa Tavares tem 4 livros seus editados no Brasil e por expressa vontade sua “com o português que aqui se fala e que é o nosso.”

A RTP1 tem um nocivo programa intitulado: “Assim se fala em bom português”, deveria ser: “Assim se fala em MAU português”.
Já me apareceu sublinhado a vermelho: director. Que se lixem.

6 Comentários:

Às 21 agosto, 2012 03:10 , Blogger alf disse...

Bem, para contrabalançar tão ilustres nomes, eu venho a público afirmar que sigo o acordo ... mesmo que não seja acordo, porque considero que é uma evolução correta da língua, apenas pecando por ser tímida demais

A minha Pátria é uma coisa viva, evolui, o que não evolui, apodrece.

Compreendo perfeitamente que pessoas de certa idade, como os ilustres referidos, não queiram alterar a sua escrita, pois isso é uma coisa que fica moldada nos neurónios, não se muda como quem muda de camisa; mas para as novas gerações será um progresso, na minha opinião.

 
Às 21 agosto, 2012 17:06 , Blogger Peter disse...

Sou uma pessoa de certa (muita) idade, por isso não ligo ao acordo.
Que tal de férias? Eu continuo pelos Algarves

Ando a ler um livro que talvez te interesse para rebateres:

Lynne McTaggart - O CAMPO -A Força Secrets que move o Universo.

 
Às 23 agosto, 2012 14:13 , Blogger alf disse...

Em Setembro irei uma semanita para os lados de Odeceixe; creio que existe ali um "campo" muito forte e inspirador...

O livro é capaz de ser interessante... quanto mais não seja para eu perceber como se embrulha conhecimentos de física que não interessam nada ao comum das pessoas em coisas que já interessam. Obrigado pela sugestão

Goza esse Algarve, também gosto muito. Abraço

 
Às 28 agosto, 2012 19:36 , Blogger O Puma disse...

Contra o desacordo

falemos português

 
Às 30 agosto, 2012 22:36 , Blogger Lylia disse...

Ca nos Algarves ja nem portugues, nem Algarvio. Sao galhardetes e confusoes, uma misturada de palavras esquisitas.

O novo acordo, nem quando acordo, nem quando adormeco.
Deixo-me ficar por aquele Portugues que aprendi, quem vier por tras e chatear, mais vale passar por cima.

Boa noite,
Saudades de aqui vir

Lucia

 
Às 21 setembro, 2012 22:53 , Blogger vbm disse...

Discordo da ortografia aprovada. Não orienta a pronúncia; distancia-se do inglês e do francês; perde-se o afecto pela palavra escrita e a sua raíz etimológica tão profusamente presente no vocabulário mais rico.

Tenho ainda a esperança que esta nóvel iletracia não vingue...

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial