domingo, abril 15

A Terra a Vida e o Homem

Imaginemos que podemos construir uma escala geológica do tempo, em que os acontecimentos se sucedem no espaço de 24h e na qual nos poderíamos deslocar à velocidade de 53.240 anos por minuto. Nesse caso, levaríamos 18,78 segundos para percorrer 1 milhão de anos. Iniciaríamos essa viagem imaginária às 00.00h com a formação da Terra há 4,6 mil milhões de anos, quando o Universo já tinha 9,1 mil milhões. O nosso planeta começa a ser formado a partir de poeira e gás, resultando numa massa disforme em ebulição.

Passados quase 22 min (70 milhões de anos) a Terra sofrerá uma catastrófica colisão com outro planeta a que hoje chamamos Téia e que resultará na destruição deste. Parte dos destroços formarão a Lua, enquanto o núcleo de Téia, rico em ferro, será absorvido pela Terra e os pedaços menos densos, ricos em silicatos, sobem para a superfície, formando um oceano de magma. A atmosfera terrestre era então rica em anidrido carbónico (CO2) e é sujeita a um intenso bombardeamento de meteoros e cometas que a leva a perder calor ao mesmo tempo que o vapor de água destes últimos origina as primeiras chuvas.

Pouco depois das 03.00h um imenso oceano cobre a Terra, mas já se pode falar em Vida: organismos simples, sem núcleo (algas azuis) que por sucessivas gerações irão dar origem aos primeiros organismos capazes de realizar a fotossíntese com a consequente libertação de oxigénio para a atmosfera, pois esta não tinha praticamente nenhum (0,0001%). Este oxigénio gerado pela fotossíntese vai reagir com a água do mar formando óxido de ferro, com este, mais pesado, a depositar-se no fundo e libertando oxigénio que passará a constituir a atmosfera, eliminando a vida anaeróbica (Catástrofe do oxigénio). Uma nova vida, as bactérias aeróbicas, dependentes do oxigénio, passam a dominar o nosso planeta até pouco depois da 21.00h, quase 88% da história da Terra. Gradualmente a atmosfera muda de vermelho para azul.

O homo sapiens surge quando faltam 12 segundos para o termo da nossa viagem imaginária e em menos de 1/5s para as 24.00h aprende a controlar o fogo, domestica animais, cultiva plantas, trabalha os metais, constrói armas e faz guerras, muitas guerras…

E julgávamos nós que eramos o elemento mais importante de toda esta história.

2 Comentários:

Às 16 abril, 2012 15:31 , Blogger Ana disse...

Adorei

 
Às 16 abril, 2012 17:46 , Blogger Peter disse...

Ana

Agradeço o teu comentário que me deu bastante trabalho a fazer pois de um pps maravilhoso que me enviaram procurei ressaltar os aspectos essenciais de acordo com o título.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial