segunda-feira, abril 9

Evidentemente

- Evidentemente que ninguém anda satisfeito com o Governo, mas fomos nós, ou vocês, que lá o puseram.

- Evidentemente que não compreendo como há 31 ordenados na RTP superiores ao do PR, embora este tenha optado pelas reformas. Uma pequena parte deles somos nós que a pagamos através das contas da luz. A título de exemplo e sem citar nomes, um deles é de 1.000€/dia!

- Evidentemente que o anterior 1º ministro, seja ele engenheiro, ou não, pouco me interessa, tem graves culpas no cartório, mas passou, passou, está passado.

- Evidentemente que não podemos ir para novas eleições como quer o BE. Acresce que tudo ficaria mais ou menos na mesma e o sr Louçã, que até tem algumas ideias aproveitáveis, não tem votos para subir do 5º lugar que permanentemente ocupa.

- Evidentemente que não será o PCP a fazê-lo. Este continua no sec XIX e nem mesmo com a ajuda das “melancias” lá vai.

- Evidentemente que só através duma fiscalização eficaz poderemos acabar com os roubos do ouro, do cobre, do ferro… Ninguém quer saber a sua proveniência e todos compram. Há leis, mas estas não valem sequer o papel em que estão escritas, pois não existem meios suficientes e eficazes para as fazer cumprir.

- Evidentemente que o mesmo se aplica aos paraísos fiscais, à fuga de capitais, às off-shores… As leis são feitas por quem está no Poder e para benefício destes.

1 Comentários:

Às 09 abril, 2012 22:32 , Blogger heretico disse...

obviamente, há que reagir...

abraço

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial