sábado, setembro 25

Poupar

Manuel de Arriaga, primeiro Presidente da Republica, pediu dinheiro emprestado, para comprar a prestações e do seu próprio bolso, a sua viatura oficial.

Não digo que seja um exemplo a seguir nos dias de hoje. Os tempos são outros, bem como as necessidades. Mas nada justifica o despesismo na AdP com a compra duma frota de cerca 400 automóveis topo de gama, para uso dos gestores e quadros intermédios. O automóvel disponibilizado para o presidente (parece que já é “ex”) era um topo de gama no valor de cerca de 70.000€.

Será agora que iremos cortar a sério neste e noutros tipos de despesa?

2 Comentários:

Às 25 setembro, 2010 10:27 , Blogger Meg disse...

Peter,

É fartar vilanagem!
Como estás?

Um abraço

 
Às 26 setembro, 2010 23:08 , Blogger heretico disse...

noutros tipos de despesa, sem dúvida - conta com mais um aumento no IRS...

abraços

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial