sexta-feira, novembro 7



SEGREDO

Não contes do meu
vestido
que tiro pela cabeça

nem que corro os
cortinados
para uma sombra mais espessa

Deixa que feche o
anel
em redor do teu pescoço
com as minhas longas
pernas
e a sombra do meu poço

Não contes do meu
novelo
nem da roca de fiar

nem o que faço
com eles
a fim de te ouvir gritar


Maria Teresa Horta

Etiquetas: ,

6 Comentários:

Às 07 novembro, 2008 09:25 , Blogger Peter disse...

Uns belos versos para uma bonita mulher, ou vice-versa.

 
Às 07 novembro, 2008 11:39 , Blogger vbm disse...

lol

 
Às 07 novembro, 2008 16:11 , Blogger Compadre Alentejano disse...

Maria Teresa Horta fez parte das "Três Marias". Três excelentes escritores que a PIDE perseguia e apreendia os seus livros.

 
Às 07 novembro, 2008 16:49 , Blogger Peter disse...

compadre alentejano

É verdade. Guardei esse livro salvando-o da hecatombe, a que, por falta de espaço. tenho de tempos a tempos, sujeitar os meus livros.

P.S. - Inclui-o nos n/links.

 
Às 07 novembro, 2008 19:13 , Blogger Tiago R Cardoso disse...

muito bem...

 
Às 07 novembro, 2008 20:35 , Blogger Compadre Alentejano disse...

Obrigado pelo link.
Por n/parte, há muito que temos o link de Conversas de Xaxa nas n/sugestões.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial