quarta-feira, novembro 5

PARABÉNS PRESIDENTE!


BARACK HUSSEIN OBAMA É O 44º PRESIDENTE DOS EUA (02.52H)

7 Comentários:

Às 05 novembro, 2008 06:40 , Blogger tagarelas-miamendes disse...

Parabens presidente! Parabens povo americano. Se nao for mais do que isso, ja e' uma vitoria historica.

 
Às 05 novembro, 2008 08:44 , Blogger Peter disse...

Quando estavam apurados os números de 46 Estados, Barack Obama superiorizava-se a John McCain, na votação popular, com um resultado de 51 contra 48 por cento. No Colégio Eleitoral, o candidato democrata excedia de forma folgada a fasquia mínima de 270 votos: Obama assegurava 338 dos 538 votos do corpo de grandes eleitores.

 
Às 05 novembro, 2008 09:10 , Blogger Ferreira-Pinto disse...

And now, let's go to work! - poderia ser o mote que se segue.

 
Às 05 novembro, 2008 09:51 , Blogger Peter disse...

Flanked by American flags, Obama told the roaring crowd, "This is your victory."

"To those Americans whose support I have yet to earn -- I may not have won your vote, but I hear your voices, I need your help, and I will be your president too," he said. Watch Obama tell voters 'all things are possible' »

(CNN)

 
Às 05 novembro, 2008 10:58 , Blogger Ant disse...

Aqui está o homem que vai ser mais lambido nos próximos tempos.
Até por aqueles que se aliaram à guerra.
Ah, pois é, ainda há umas quantas...

De qualquer modo tendo em conta a alternativa, a coisa pode ser considerada moderadamente optimista.
Abraço

 
Às 05 novembro, 2008 12:25 , Blogger Peter disse...

(CNN) -- World leaders rushed to congratulate Democrat Barack Obama on Wednesday following his historic victory in the 2008 U.S. presidential election.

U.S. president-elect's grandmother Sarah Obama celebrates in Kenya after hearing the result.

And across the globe, people in city squares and villages, living rooms and shacks cheered his success, boosting hopes that America's first black commander-in-chief might herald a less aggressive approach to the rest of the world.

Many were amazed and jubilant that the United States could beat racial divisions and send an African-American and one with Hussein as a middle name to the White House.

 
Às 05 novembro, 2008 16:28 , Blogger Peter disse...

"É mais importante (do que ser o candidato mais à esquerda que pode ter ganho uma eleição nos EUA desde os anos 30 do século passado) ainda que com a sua eleição se constituiu uma daquelas nebulosas a que chamamos "um movimento". Um movimento, quer dizer milhões de pessoas que antes não se interessavam por política, uma geração nova que aprendeu como a política se faz, e um discurso que faz sentido para as pessoas e é persuasivo para a maioria delas. Isso não percebeu quem vaticina que Obama vai desiludir." (Rui Tavares, "Do lado de cá da história", no Público de hoje)

E em Portugal?
Não aparece um político susceptível de desencadear "um movimento"?
Reconheço ser preciso cautela, pois com os nossos antecedentes pode descambar para o torto.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial