domingo, junho 19

Uma pequenina luz

Uma pequenina luz bruxuleante
não na distância brilhando no extremo da estrada
aqui no meio de nós e a multidão em volta
une toute petite lumière
just a little light
una picolla... em todas as línguas do mundo
uma pequena luz bruxuleante
brilhando incerta mas brilhando
aqui no meio de nós
entre o bafo quente da multidão
a ventania dos cerros e a brisa dos mares
e o sopro azedo dos que a não vêem
só a adivinham e raivosamente assopram.
Uma pequena luz
que vacila exacta
que bruxuleia firme
que não ilumina apenas brilha.
Chamaram-lhe voz ouviram-na e é muda.
Muda como a exactidão como a firmeza
como a justiça.
Brilhando indeflectível.
Silenciosa não crepita
não consome não custa dinheiro.
Não é ela que custa dinheiro.
Não aquece também os que de frio se juntam.
Não ilumina também os rostos que se curvam.
Apenas brilha bruxuleia ondeia
indefectível próxima dourada.
Tudo é incerto ou falso ou violento: brilha.
Tudo é terror vaidade orgulho teimosia: brilha.
Tudo é pensamento realidade sensação saber: brilha.
Tudo é treva ou claridade contra a mesma treva: brilha.
Desde sempre ou desde nunca para sempre ou não:
brilha.
Uma pequenina luz bruxuleante e muda
como a exactidão como a firmeza
como a justiça.
Apenas como elas.
Mas brilha.
Não na distância. Aqui
no meio de nós.
Brilha

(Jorge de Sena)

7 Comentários:

Às 19 junho, 2005 12:39 , Blogger amita disse...

"Uma pequena luz bruxuleante brilhando incerta..." é como um poema inacabado na mortífera noite do poeta. Mas é uma luz que brilha ténue frágil desperta das negações da vida em escudos de justiça e na verdade concreta.Uma luz bruxuleante... poética...

Obrigado, Peter, por este poema do Jorge de Sena que desconhecia. E assim, seguindo o mote e brincando com as palavras, a todos desejo um bom dia.

 
Às 19 junho, 2005 13:50 , Blogger Peter disse...

Reparaste como este poema se adapta à realidade política e social do nosso País?

 
Às 19 junho, 2005 13:56 , Blogger amita disse...

E não só, Peter. As suas entrelinhas são imensas... Bjos e um excelente Domingo

 
Às 19 junho, 2005 18:27 , Blogger heloisa disse...

"Uma pequenina luz bruxuleante e muda
como a exactidão como a firmeza
como a justiça.
Apenas como elas.
Mas brilha.
Não na distância. Aqui
no meio de nós.
Brilha"
***************************_BRILHANTE, simplesmente!!!!!!!!!!!!!!!!
seu BOM GOSTO E SENSIBILIDADE PATENTE NAS SUAS ESCOLHAS!
_BOM DOMINGO!
Meu abraco!
Heloisa.
*************************

 
Às 19 junho, 2005 19:26 , Blogger Peter disse...

Amita,não esqueçamos que JSena foi um militante político, por isso "está lá tudo" nos seus versos.///Plena actualidade.

 
Às 19 junho, 2005 19:28 , Blogger Peter disse...

Heloísa, as suas palavras amáveis e elogios, fazem-me corar.///Uma boa semana, com saúde e tudo a correr pelo melhor.

 
Às 19 junho, 2005 22:08 , Blogger BlueShell disse...

Gostei muito da escolha...
Há imenso tempo que não lia este poema. Beijos mil, BShell

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial