sexta-feira, setembro 2

Furacão Katrina : Shame on You President Bush !

Como é possivel que o país mais poderoso do mundo, não consiga organizar-se em socorro da sua população? Como é possível que a população contenha o elevado grau de agressividade demonstrado?
É certo que New Orleans é uma grande cidade e a sua população é maioritariamente pobre (falta perguntar porquê...), mas é mais que sabido que a situação social, física e geográfica da cidade é de risco, e que os efeitos dos furacões tendem a agudizar-se devido ao excesso de aquecimento da corrente do golfo.
A irresponsabilidade é pois gritante. Nada foi previsto para além do aviso tardio da população, da qual apenas os que possuiam meios próprios conseguiram fugir. Não estamos a falar de uma catástrofe, mas de um verdadeiro 'genocídio por desleixo', proveniente do facto da população ser maioritariamente negra, os african american. Não vale de nada distribuir abraços pela população, expressamente encenados para a comunicação social. Já passaram mais de 5 dias e só agora é que Bush percebeu que, apesar de New Orleans ser maioritariamente negra, o povo americano não gostou de ficar a saber que o governo Bush, o governo do país mais poderoso do mundo, está mais bem preparado para as catástrofes que inflige a países do médio oriente que às que atingem o próprio país.

Shame on you president Bush, SHAME ON YOU !

(foto bbcnews)

6 Comentários:

Às 02 setembro, 2005 19:09 , Blogger LetrasaoAcaso disse...

Não esquecer que a cidade e todo o Sul dos EUA são uma espécie de gueto. Os negros das velhas plantações de algidão apenas foram substituidos pelos negros que fazem todo o trabalho. Em regime escravo como sempre o fizeram. Esse é o legado da "democracia" americana!
Gosto como sabes de falar claro: não conheço povo mais burro do que os americanos. Não me admiro por isso, com a desorganização.
Beijinhos Blue zinha....

 
Às 02 setembro, 2005 20:33 , Anonymous A. Duarte Lázaro disse...

É triste para mim ver tanta desolação num país que me fascina desde os tempos de criança. Se há quem admira são esses african americans, esses sim sempre lutaram pela liberdade e pelo sonho.
As perguntas ficam sem resposta...

admiro a tua forte consciência

 
Às 03 setembro, 2005 13:08 , Blogger bluegift disse...

Letras, é isso, uma outra forma de escravatura, bem mais sofisticada, e altamente conveniente para os trabalhos mais sujos. Mesmo assim, eles sabem que têm ali um barril de pólvora que, ao explodir, irá afectar o resto da população. Olha que eles não são assim tão estúpidos. Beijos, zé zinho... ;)

 
Às 03 setembro, 2005 13:19 , Blogger bluegift disse...

adel, é um país fascinante. Quer queiramos ou não, faz obrigatoriamente parte do nosso imaginário cultural. Tenho pena de não ter ido a New Orleans antes desta catástrofe. Era um dos berços principais do Jazz, do poético mississipi, de casas vitorianas em madeira lindíssimas. É uma perda irreparável.

 
Às 07 setembro, 2005 00:00 , Anonymous L.G. disse...

Tem graça que refiras o jazz, porque é o que não me tem saído da cabeça desde o ínicio desta tragédia. Uma cidade que associo sempre à música. E agora associa-se às imagens que a TV mostra e aos relatos que ouvimos.
Como é possível haver desgraças e... desgraças, umas de ricos e outras de pobres. Como é possível aquilo em 2005. No país mais rico do mundo.
Foi possível pelas razões que disseste mas muitos tentam disfarçar. Uma vergonha, sim!

 
Às 08 setembro, 2005 09:18 , Blogger bluegift disse...

I.g., a capital internacional do Jazz! O que é que terá acontecido aos músicos, aos locais de culto? É uma perda irreparável a juntar às vidas e ao espírito de uma cidade.Os responsáveis agiram como as avestruzes que escondem a cabeça quando sentem o perigo.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial